Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Concurso de pesca da G.A.P Magoito

No passado dia 16 de Setembro realizou-se mais um grande concurso de pesca da G.A.P Magoito no litoral Sintrense que contou com cerca de 130 participantes.
Com o tempo bastante bom, sem vento mas com o mar um pouco mexido e de enchios ainda por cima com uma maré de lua que iria vazar bastante, o que viria a tornar a pesca bastante sofrível.
Como de costume a equipa da Bordinheira fez questão de participar, o local escolhido para a pescaria foi a praia da Aguda, quando chegamos ao local o nevoeiro cerrado não permitia avistar o pesqueiro cá de cima da arriba, apenas conseguíamos ver que a cor da água parecia ser boa, mesmo assim arriscamos e descemos ali.
Enquanto caminhávamos pela praia fora fui reparando que o pesqueiro tinha bastante areia e que praticamente não tínhamos onde pescar com excepção de um ou outro caneiro.
Preparo uma cana com fio 16,5mm e uma bóia de 3grs pois a água estava aberta e faço um balde de engodo bem compacto com areia para tentar mante-lo o mais próximo de mim pois a maré vazava e os enchios faziam bastante corrente para dentro e abalavam com a água.
Apanho uma tainha e uma baila logo no início, mas rapidamente fiquei sem água no pesqueiro e lá tive de dar corda aos sapatos em direcção a norte, andei,andei,andei, mas a areia era muita e acabei por ir parar na praia do Magoito onde tinha uns caneiros com algum fundo e sem muita areia, aqui apanhei mais 3 tainhas uma douradinha e 2 sargotes entre muitos peixes pequenos sem peso prontamente devolvidos.
Com a subida da maré fui obrigado a vir para a praia mas como tinha muitos veraneantes, que apesar da época balnear ter terminado aproveitavam para um ultimo mergulho do ano, não quis estar a engodar as pessoas e fui andando em direção do carro.
Faltava apenas uma hora para acabar a prova mas ainda tinha tempo para mais um pesqueiro, onde ainda consegui apanhar umas bailas e 2 tainhas.
Apesar do peixe ser pequeno ainda consegui 2,400 kgs de bailas e 2,900kg de tainhas, não foi uma grande pescaria mas com as condições que tinha no pesqueiro superou as expectativas, resultando num 13ºlugar.
A Bordinheira alcançou o 2º lugar por clubes e 5º por equipas, onde se destacaram as boas pescarias do Paulo Marques e do César.
A equipa da U.D. da Charneca de Cascais dominou em todas as frentes tendo ganho por clubes, por equipas e também na geral individual com o João Teixeira a vencer com 33400 pontos fruto de 116( maior nº de exemplares) peixes capturados na Azóia na sua maioria tainhas, os meus parabéns pelo bom resultado obtido.
Esta prova fica marcada por uma história que é uma lição para todos os pescadores, o meu colega de equipa César que foi pescar para a Ribeira da Mata com o Paulo Marques e deram com o peixe em força, bons sargos, bailas e tainhas grandes, o entusiasmo era tal que não havia tempo para nada.
Já praticamente no final da prova o César depois de ser avisado umas dezenas de vezes para retirar o material de pesca de cima de uma pedra que com o subir da maré tinha ficado demasiado próximo da água, ele foi ignorando os avisos e passado um bocado veio uma vaga de mar que lhe levou todo o material que estava dentro do saco, foram apenas 5 canas, 6 carretes, bóias, anzóis.
Apenas sobrou a cana que tinha na mão, foram só 1500 euros de prejuízo, a esta hora ainda os peixes se estão a rir deste artista ao verem tudo no fundo do mar.
Como diz o ditado camarão que adormece na pedra a onda leva, que sirva de lição para ele e para todos, apenas perdia 2 ou 3 minutos a ir por o material em local seguro, assim perdeu muito mais.

Quero ainda felicitar a organização pelo excelente convívio que proporcionou.

sábado, 22 de setembro de 2012

1º convívio de pesca do A.C.D.R dos Arneiros

Conforme aqui anunciado realizou-se no domingo, 9 de Setembro, o primeiro convívio de pesca de mar desta Associação, apenas agora e já com 2 semanas de atraso consegui realizar este relato, pois a vida tem sido para mim bastante agitada  nestas ultimas semanas.
 A prova desenrolou-se no litoral Torreense, entre o “Bico da Aguda” e a Praia da Calada. Esteve um dia bom, com mar bastante calmo com aguas bastante lusas.
  
Quanto a peixe, mantiveram-se as condições que se têm verificado nesta costa nos últimos meses; muito pouco peixe, quer fosse de qualidade ou não, há no entanto a registar a captura de uma dourada com 2,945 kg capturada categoricamente à bóia com fio 0,20mm pelo "velho lobo do mar" Varela, pescada em Porto Novo, ainda tive o prazer de pegar neste bonito exemplar para o pesar, este exemplar atribuiu um 2º lugar, bem merecido.



O meu envolvimento nesta prova foi de muita calma (e pouca pedalada na pedra) devido ao facto de ter decidido levar o meu filho a esta “competição” para mais uma boa aula piscatória, e também de ter acompanhado, com muito prazer, o João Gonçalves, pescador que conheci através deste blogue e que nos fez companhia, quer na pesca, quer no grande convívio efectuado no pavilhão da Associação dos Arneiros, espero que tenha gostado, embora a sua experiência de pesca seja diferente da utilizada neste tipo de provas.

A prova foi ganha pelo meu um grande amigo(???) Jorge Carvalho  com uma pontuação de 19420 pontos, tendo capturado 2,875kg de sargos e 3,960kg de tainhas, no pesqueiro do “Porto da Assenta” a quem dou os parabéns.

Eu, dadas as circunstâncias, fiquei satisfeito com um brilhante 16º lugar do meu aprendiz João Franco , onde apesar da calmaria do mar conseguiu enganar 2 tainhas e 5 sargotes.
 De salientar o 3º lugar obtido pelo, João Rodrigues que deu com o peixe já no final da prova e ainda conseguiu apanhar 3kgs de sargos (está em grande forma, será um grande adversário para a nova temporada que se avizinha).
Relativamente ao serviço, iniciou-se com uma mesa de entradas diversas muito bem confeccionadas e saborosas, seguidas de um farto almoço, bem “regado” e servido pelas atletas de futsal do clube, deixando todos os participantes satisfeitos.
A organização está de parabéns e ficou aprovada para continuar com este tipo de convívios.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Pesqueiro do Cavalinho( Ericeira/Ribamar)


O pesqueiro do cavalinho fica situado a norte da Praia de Ribeira D´ilhas e a sul da praia dos Coxos, mais ou menos a meio, tendo 3 maneiras de chegar lá, sendo a mais fácil por um caminho de terra algo sinuoso onde se passa razoavelmente de carro caso não esteja de chuva(no inverno cuidado!!! Só de jipe.) e depois descer uma pequeno carril até à areia, ou vindo a pé pela costa deixando o carro nos Coxos e rumar para sul ou deixar o carro em Ribeira D´ilhas e rumar a norte.
Este pesqueiro é composto por lajões com bons caneiros e lagos com pouca altura de água, varia entre 1 e 2 metros, em alguns sítios tem buracos um pouco mais fundos.
Zona de pesca boa para todo o tipo de pesca onde se destaca o spinning, bóia e chumbadinha.
Pesca-se bem neste pesqueiro com qualquer tipo de mar, sendo que mexido com ondulação de 2mts melhores resultados me tem dado.
Se estiver manso podemos pescar nos fundões por de traz dos lajões, estando um pouco mais mexido em praticamente toda a zona pois o peixe vem comer aos pés , é bom tanto no inverno como no verão.
As melhores horas de pesca para mim são as 3 ultimas horas da enchente e depois as 3 horas da vazante.
Nesta foto vemos o lado sul do pesqueiro.

Do lado norte temos mais uma boa zona para bater.
 As capturas mais abundantes nestes pesqueiros são os Sargos, Tainhas, e Salemas em dias de sorte uns belos Robalos.
Agora é só tentar a sorte!!!!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

A saga continua

Mais um fim de semana e nova investida com resultados muito identicos aos das ultimas pescarias.
Depois de consultar o estado do mar, mar a cair até um metro optei por fazer uma dupla investida fazendo o virar da maré de madrugada ao spinnig na praia das Amoeiras cujo resultado foi nulo, depois de amanhecer mudei de zona e fui até Porto Chão pescar um pouco à bóia para finalizar a jornada.
Foi mais uma jornada onde me fartei de andar(fui até Cambelas) na procura de peixe, mas como aconteceu nas ultimas saidas não dei com ele, apenas uma baila e un sargo e mais algumas miudesas devolvidas ao mar.
O porquê da falta de peixe não sei, uns dizem que é do ano bixesto, outros por não ter chovido nada altera o sistema , o que eu constatei este ano aqui na minha zona, é que em praticamente todas as praias está tudo areado desde o inicio do ano com toneladas de areia que tapam praticamente todas as rochas à meses, deixamdo o peixe sem esconderijo e alimento, ainda se fossem areias novas a encostar era optimo mas são areias velhas que teimam em permanecer, penso que enquanto as condições se mantiverem assim não vai haver jornadas com resultados aceitaveis.
Os ultimos resultados deixam-me com poucas pespectivas para a prova de domingo, mas nunca se sabe!!!Logo se verá como vai correr.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...