Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

domingo, 30 de dezembro de 2012

Ultima pescaria de 2012

Pois é o ano está a dar as ultimas e claro que tinha de realizar este fim de semana a ultima pescaria de 2012 na companhia do meu mestre(pai), mais uma vez o mar resolveu dar o coice no fim de semana e dificultar a pescaria à malta como já vem sendo habito sensivelmente à 2 meses.
Com a previsão de mar de 4,5mts lá fomos por volta das 7 da manhã em busca de um cantinho onde desse para brincar um bocado, como a maré estava vazia por volta das 9 e meia espreitamos na Praia Azul, chegados confirmamos as previsões, mar a varrer e pior, com enchios, ainda assim resolvemos experimentar pois parecia que deixava pescar, monto uma cana de 5mts com uma bóia de 6grs, mas após uma hora de pesca e de correr vários caneiros sem conseguir aguentar a pesca na água bem como o engodo resolvemos arrumar a tralha no carro e ir procurar outro canto onde deixasse pescar pelo menos.

Arrancamos sabendo que não ia ser tarefa fácil encontrar um pesqueiro mas ainda era cedo para ir para casa, paramos no Alto da Vela para espreitar a praia das Amoeiras, e vejo uma carrinha azul a parar no estacionamento lá em baixo, quem mais poderia ser, era o Miguel Serra que  também ia tentar a sorte na ultima pescaria do ano, e digo ao meu pai vamos fazer companhia ao Miguel se não apanharmos nada pelo menos pomos a conversa em dia.
Descemos na praia Formosa, e como gostamos do pesqueiro ao bico da Rampa dos Crocodilos ficamos por ali um pouco, engodamos bem o pesqueiro na esperança de apanhar algum robalo, após algum tempo de pesca tenho o 1º peixe trancado, era uma fataça que andava a comer no fundo, carrego mais no engodo e pouco depois a bóia afunda e dou a ferradela, e enrochado, após algumas tentativas para desenrochar, folgo e de seguida solta-se, está pesado..., olha o que lá vem, um pequeno polvo que gostou da sardinha, depois da foto para a posteridade voltou para a água.

Sem sinal do peixe, e vendo o Miguel Serra a pescar no Bidé, pego na tralha e vou lá ter com ele para lhe tentar roubar um peixe(e para dar um pouco de competição à jornada), pouso as coisas e fico um pouco à conversa com ele, ele também não tinha tirado nada, apenas tinha deixado fugir um bom robalo, entre umas colheradas de engodo e alguma conversa lá tiramos uma tainha cada um, desvio-me um pouco para norte e tiro 5 sargotes, todos devolvidos por serem pequenos.

A maré já enchia e para terminar a pesca, que o almoço já esperava, despejo o resto do engodo ao pé do Miguel, e faço os últimos lançamentos, já sem grande esperança vejo a bóia afundar, peixe a correr para dentro e dar uma boa luta, algumas maniveladas e ele em seco, um bom sargo para finalizar a jornada, ainda faço mais alguns lançamentos mas era só aquele que andava perdido.


Apesar da falta de peixe e das poucas condições do mar, soube mesmo bem estar junto ao mar, com bons amigos, deu para desanuviar um pouco e afastar a nuvem negra que teima em pairar sobre mim, pelo menos isso!!!

domingo, 23 de dezembro de 2012

Forte e feio é que é!!!!

Já fazia algum tempo que estava prometida uma pesca rija de bóia pião com o amigo Francisco Muralha, esta pesca foi sendo sucessivamente adiada por falta de condições ou de disponibilidade mas este domingo lá conseguimos realizar esta tão desejada pescaria.
Ponto de encontro na Ericeira, entretanto chega o Francisco Muralha com o colega João para nos fazer companhia nesta pescaria.
Depois de um cafézinho lá fomos ver onde havia condições para realização desta pesca, o mar tinha uma cor bastante boa mas com bastante força e com tendência para aumentar, o vento era praticamente nulo, ideal para a pratica da pesca.
Após espreitar alguns locais lá decidimos ir pescar em São Lourenço perto do forte, para esta pesca apenas levei engodo pois o material de pesca o Francisco fez a gentileza e questão de me emprestar, é que para pescar do alto da falésia(25mts ou mais)  não tenho material à altura, ou seja uma cana de 7mts( até doi!!!) um carreto com multifilar 0,19mm com bóia pião de 50grs.

Depois de feito um balde de engodo e atiradas algumas colheradas para o pesqueiro era hora de esticar as enormes varas, após algumas explicações do funcionamento desta pesca  por parte dos especialistas desta arte coube-me a mim a honra de ser o 1º a lançar.
Após alguns lances já dava para ter uma opinião desta arte, dá cabo das costas(e não estava vento), para mares rijos é uma mais valia e dá para pescar em locais onde nunca pensei pescar e sem molhar um pé sequer, e eu que chamava malucos os pescadores que via a fazer este tipo de pesca e agora lá estava eu, ver para crer(diferença do material lihgt para a pesca pesada).



O peixe como tem acontecido ultimamente teimava e não aparecer, e só a miudagem ia ratando as enormes iscadas, só após algum tempo sai o 1º peixe, um sargo para o Francisco, a malta animou com a captura e passado pouco tempo apanho também um sargo.
O João lá tentava a sua sorte com grandes iscadas para os robalões, mas os que lá andavam eram pequenos e após capturados eram devolvidos ao mar, coitados a 25mts, sem para-quedas é complicado.

 Com a maré cheia lá saiu uma ou outra salema e mais umas miniaturas, a malta bem que tentou mas o peixe graudo não apareceu e demos por terminada a pesca.
Foi uma manhã muito bem passada na companhia de boa malta, no final onde apenas se aproveitaram  2 sargos, para mim foi bastante positivo pois tive uma boa lição de pesca rija com professores de 1ª, o que mais me impressionou nesta pesca foi o trabalhar da pesca por vezes a 60mts de nós e mesmo a pescar mesmo em cima das pedras com muita fundura de estralho a pesca não prende, o jingarelho apesar de simples tem alguns pormenores que o fazem funcionar na perfeição.
Quero agradecer aos meus 2 companheiros de jornada a companhia e um agradecimento especial ao Francisco pelo empréstimo do material de guerra dele.   

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Boas Festas para todos!!!

Mais um ano que está prestes a acabar e muitas pescas foram realizadas (bem menos que as desejadas), quero apenas dizer que tem sido um enorme prazer partilha-las com todos.
Quero também desejar um bom Natal e Bom Ano Novo (se possível com muita pesca e bons peixes) a todos que acompanham este espaço de partilha.
Abraços para todos.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Isco Automático

Esta é mais uma ideia brilhante, estava eu a trabalhar na Charneca da Caparica quando passei pela loja  de pesca Casa Oliveira, como qualquer pescador parei e fui dar uma olhadela dentro da loja, mas o que me despertou interesse e curiosidade foi uma maquina de venda de isco 24 horas por dia, ou seja é uma maquina de venda de snack embutida na parede tipo multibanco, que foi convertida para venda de isco, no caso eram varios tipos de minlhocas, desde casulo a coreano, é só chegar colocar o dinheiro escolher o isco e carregar no botão e temos isco para a nossa jornada, muito à frente, isto é empreendedorismo puro.


Quanto á loja tem de tudo um pouco como na farmácia, tem material novo e também tem algum material vintage tipo reliquias. 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

1ª Prova do Campeonato 2013 da Bordinheira

Foi com grande entusiasmo que se deu inicio a mais um campeonato de pesca, este ano com perto de 50 pescadores a participarem o que faz com que venha a ser muito bem disputado e muito mais renhido.
Mas falando de pescarias, este ano e devido a obras na sede da Bordinheira(e a algumas cumichices da direcção) fomos obrigados a realizar esta prova e mais algumas na sede do Bonabal, que foi gentilmente cedida para nosso usufruto e onde fomos muito bem recebidos, para esta colectividade o nosso obrigado por nos acolher até estarem resolvidos todos os problemas.
Depois de ter dado uma volta pelo mar no sábado decidi apostar no pesqueiro do Cavalinho pois as aguas estavam com uma cor melhor e porque tinha visto algumas Salemas a pastar praticamente em seco e pensei amanhã aqui vai ser lata cheia, e fiquei muito confiante.
Após a concentração matinal na sede antes da saída para o mar já havia que aquecesse os motores entre um cálice e uns dedos de conversa lá se combinavam estratégias e planos.
Como de costume fui com o meu pai, chegamos a Ribeira D´ílhas tralha ás costas e toca de palmilhar para o pesqueiro, o mar estava manso com as aguas um pouco tapadas mas bastante prometedoras. Depois de fazer um balde de engodo e arranjar a sardinha para isco estava na hora de  início à labuta, a pesca do costume bóia de 3 grs e fio 0,185mm, vou mar dentro para uma pedra ilhada, engodo e logo no 1º lançamento tenho um toque que não ferrou, ao segundo tiro um sargo jeitoso, e pensei logo, eles estão cá e vai ser carregar neles, volto a iscar e peixe miúdo a desiscar tudo, a sardinha era limpa em menos de nada lançamento após lançamento, e andei nisto durante quase toda a manhã, fiz uma série de pesqueiros sem dar com as salemas ou peixe com tamanho mas o resultado era o mesmo sargotes miúdos uns atrás dos outros e de vez em quando lá ia uma salema que acabava por partir tudo.

Fui andando para norte e quase já no final da prova mudei de táctica, passei a iscar só com limo e com um anzol para as salemas pelo menos assim a isca não abalava e quando lá fosse alguma não ia embora, e mesmo a acabar deu com um buraco onde ainda consegui tirar uma quantas e desferrar mais algumas, pena foi ter dado tarde com elas, mas ainda consegui compor a pesca, mas com peixe de fraca qualidade.


No total foram 5 salemas com  2,745kg e um sargo com 0,385kg totalizei 7030 pontos ficando num 4º lugar, bastante suado e arrancado a ferros.
No 1º lugar ficou o Gonçalo Forcada com 10500 pontos, a quem dou os merecidos parabéns, que deu uma lição ao seu professor João Carvalho que ficou em 2º, epá os alunos a darem cartas aos professores!!!! Não te preocupes João é sinal que ensinaste bem o aluno e que valeu a pena.
A fechar o pódio ficou o Miguel Serra, isto este ano promete, tenho de me por à tabela e trabalhar bem para melhorar os resultados!!!!!!
Depois da pesagem do peixe, o almoço convívio, com uma grade feijoada muito bem confeccionada e para sobremesa umas filhós acabadinhas de fazer por quem sabe, muita animação e convívio entre este grupo de amigos.




Muito bom, agora que venha o próximo!!!!!!

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Aquele CliK!!!!!!

Pois é pessoal com a falta de pesca por falta de condições resolvi publicar algumas fotos do arquivo para que apreciem.






Pus-me a pensar que pesco à 25 anos e poucas fotos tenho à pesca antes do blog, desde que criei o blog é que fui tirando mais fotos e claro que como não consigo tirar fotos a mim próprio em plena
acção tenho tido a ajuda de vários companheiros de pesca que perdem algum do seu tempo e conseguem umas fotos que para mim têm grande valor, este post é também o reconhecimento ao seu  trabalho.  

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Praia Azul

Aqui está mais um grande spot no concelho de Torres Vedras, esta praia fica situada perto de Santa Cruz mais propriamente entre a praia da Foz do Sizandro e a praia das Amoeiras, um pesqueiro de acesso bastante facil e que dá para todo o tipo de pescas pois é composta por um extenso areal a sul e uma grande malhada de pedras a norte.

 Praia bastante procurada pelos pescadores de surfcasting que no extenso areal do lado sul procuram os grandes robalos,sargos e douradas, e também as grandes corvinas que de vez em quando dão um ar de sua graça, troféus que qualquer pescador deseja capturar.
 No final do areal( do lado norte) começa uma grande malhada de pedras com lages com bons caneiros, zona muito boa para pescar à bóia, buldo e spinning, os sargos,tainhas e salemas são presença habitual sendo um dos pesqueiros mais quentes nesta altura do ano no que toca a spinning pois os grandes robalos costumam andar por lá.





Não sendo um dos meus pesqueiros de eleição, que devido ao acesso muito facil é bastante pescado e principalmente ao fim de semana, ficando praticamente ocupados todos os cantos onde é possivel pescar à bóia, e por esse motivo evito lá pescar pois gosto de me ir movimentando de pesqueiro em pesqueiro, no entanto este ano já lá fui varias vezes por falta de condições nos outros onde costumo ir, e com resultados bastante positivos.
E um pesqueiro bastante abrigado dos ventos predominantes de norte que fostigam a zona Oeste, para o meu tipo de pesca(bóia) é um bom pesqueiro de maré vazia onde se pesca bem com mares fortes as 3 horas antes e depois da baixa mar, se o mar for manso é possivel pescar toda a maré.
É um pesqueiro que tenho de explorar um pouco mais pois certamente vai trazer-me muitas alegrias, agora é só preparar o material e por os iscos de molho e quem sabe até nos cruzemos por lá.
Abraços e boas pescas.

sábado, 24 de novembro de 2012

Coutadas de pesca só para lordes

Andava eu esta semana pelos Alentejos em trabalho, quando reparei nesta placa junto a uma lagoa, e pensei esta placa dava muito jeito para certos pescadores que tem na ideia serem donos e senhores de certos pesqueiros e praias, onde só eles podem ou deviam pescar.
Com estas placas já todos os outros pescadores sabiam que aqueles pesqueiros eram privados e para usufruto particular de alguns lordes deixando de os frequentar.
Já agora, valia a pena pensar nisto!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...