Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Grande convivio de pesca da A.D.R.C da Bordinheira

No dia 8 deste mês realizou-se o concurso anual de pesca da A.D.R.C da Bordinheira com a participação de 170 pescadores de vários clubes e equipas.
O tempo e o mar deram uma ajuda e o peixe deu um ar da sua graça com os sargos no topo das capturas.
Eu a pescar em casa e com o mar mexido mas com agua aberta  decidi pescar no Porto Chão, depois do sorteio de saída paras os pesqueiros em que fui dos últimos a sair, vou a descer a arriba e vejo um grupo de pescadores no pesqueiro que tinha pensado ir mas como conheço mais buracos continuei a descer.
A maré ia a descer e na primeira hora nem um peixe na lata, decido mudar de buraco, engodo e começa o festival de sargos era uns atrás dos outros no final da pescaria uma latada de peixe, 43 exemplares(prémio para maior quantidade de exemplares) 6 tainhas 2,4 kg, um robalo e 36 sargos 8,6 kg, totalizando 38600 pontos alcançando o 1º lugar na geral,  por equipas e clubes ficamos em 2º lugar.
De enaltecer a boa organização da prova da qual eu faço parte, com uma excelente montra de prémios(à moda antiga) um almoço bastante bom com a sopa da pedra de comer e chorar por mais, a companhia de colegas de pesca com boa camaradagem. 

       

terça-feira, 3 de maio de 2011

Um recorde para o guiness, ou talvez não!!!!

Este domingo realizou-se um concurso de pesca do Independente de Peniche, o mar estava bom e não havia vento o que para a pesca ajuda eu como não sou fã de Peniche decidi dedicar-me aos sargos em vez de ir apanhar tainhas ou salemas, e até correu mais o menos tendo capturado 18 sargotes 6 tainhas e uma salema, na classificação fiquei em 32º.
Neste concurso participaram 180 pescadores, e peixe as carradas (praticamente todo para o lixo).
Em primeiro lugar na classificação ficou João Fastré da G.A.P. Magoito que no final da prova capturou 384 peixes(tainhas ,cavalas) com um total de 105 kg, uma brutalidade de peixes. Não sei como conseguiu apanhar tanto peixe sozinho, basta fazer umas simples contas, se a prova teve a duração de 5 horas, ou seja 300 minutos se ele apanhou 384 peixes dá uma média de 1,28 peixes por minuto.
Será possível?Será que não perde tempo a iscar, engodar, tirar o peixe? Quando começou a pescar já o pesqueiro estava engodado e cheio de peixe? O homem não pode perder um minuto sequer para conseguir tirar tanto peixe!!!
Seja como for eu sou como o São Tomé tenho as minhas duvidas, preciso ver para crer, e só depois disso posso dizer que é uma pescaria para entrar no recorde do guiness. Em todo o caso os meus parabéns na mesma.
É por este tipo de pescas que em Peniche nos concursos os pescadores como eu dizem que não vale a pena ir, pois o peixe de qualidade nunca tem valor, para não falar em trafulhices que por lá se fazem, eu queria ver se só atribuisssem  pontuação ao peixe de qualidade, será que conseguiam apanhar 100kg de peixe em 5 horas. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...