Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

sábado, 24 de março de 2012

Uma grade, porque será?

Esta madrugada fui tentar novamente apanhar uns sargos, mas mais uma vez não dei com eles, e pior, nem um toque de peixe tive, porque será que os sargos não encostam?
Depois de ver este video, dá que pensar, uns podem apanhar apenas 10Kg de peixe de uma forma artesanal outros fazem uma limpeza ao fundo do mar, depois é natural que os recursos sejam cada vez menos e que as grades ou capturas muito fracas sejam cada vez mais frequentes.
É caso para perguntar onde anda o peixe? Se calhar não!!!
Esperemos que sobrem alguns, e que encostem brevemente.

terça-feira, 20 de março de 2012

8ª prova do campeonato

Neste domingo realizou-se a 8ª prova do campeonato, o mar como já vem sendo habito tem levantado nos fins de semana e este não foi excepção com mar de 3mts e algum vento norte, mas ainda assim deixava pescar muito bem.
Eu não ficando satisfeito com a ultima prova decidi voltar novamente a esse mesmo pesqueiro, desço a pequena arriba na companhia do colega Artur e começo a fazer pesqueiro na lage do Cavalinho onde pensava apanhar algumas tainhas.
 E logo ao segundo lance tiro uma, mais alguns lances e mais algumas mas de tamanho muito reduzido, tanto que algumas não pesaram. 
Depois deixei de sentir peixe e comecei a andar e pescar em mais alguns 4 ou 5 locais que normalmente dão peixe, mas praticamente nem um toque de peixe, já quase no final da prova na volta da maré ainda tive a sorte de tirar 3 sargos.


No final tinha na lata 13 tainhas(algumas eram rabacos e não pesaram) com 2,330kg e 3 sargos com 1,200kgs totalizando 9460 pontos.
Mais uma vez o Miguel Serra dominou a prova capturando 12 salemas, parabéns ao campeão que continua firme na liderança do campeonato, pelos vistos enquanto andarem por ai salemas estou feito, pois elas este ano apenas encostam em sítios específicos e onde são mais que as mães a pescar.
Quero fazer um agradecimento ao grande amigo pescador Helder que tirou estas fotos magnificas.  

domingo, 11 de março de 2012

Concurso de pesca do G.D. de Galamares

Hoje teve lugar o concurso de pesca desportiva do G.D. de Galamares, que contou com cerca de 120 participantes com o sorteio de saída para os pesqueiros a ter lugar junto do mercado da Praia das Maçãs .
A prova decorreu no litoral sintrense do qual não sou grande conhecedor, como o mar estava bastante forte com grandes enchidos e com a baixa mar com alguma amplitude  a meio da manhã, tinha de procurar algum pesqueiro com pouca altura de agua onde o mar partisse lá dentro e chegasse cá fora sem força, depois de analisar alguns locais fomos pescar na Aguda, perto da praia de Magoito.
Depois de descer para o pesqueiro, vejo que as feições do mar não eram as melhores pois o pesqueiro tinha muita areia e a agua por vezes desaparecia ficando praticamente sem agua nenhuma.
Depois de montar o material, engodo num caneiro e passado um pouco tiro uma Salema  e uma tainha, depois estive a penar um bocado sem sentir nada, e só depois da maré virar tirei mais umas Tainhas.No final da jornada tinha 1 Salema e 6 Tainhas que totalizaram 2950kg, atendendo as condições do mar foi uma pesca razoável.
Depois da entrega do pescado teve lugar o almoço convívio com um churrasco, com grandes momentos de diversão e camaradagem, onde descobri que na nossa equipa existem grandes campeões dos matraquilhos, pelos vistos não é só pesca!!!  

Este concurso foi ganho pelo Tó Pescas do clube Bar da Sarita a quem dou os meus parabéns, eu fiquei num modesto mas honroso 24º lugar, por clubes ficamos em 5º.
Quero felicitar a organização pelo excelente convívio que proporcionaram.      
 

sexta-feira, 9 de março de 2012

Um Robalo digno de um post

Não podia deixar de publicar esta magnifica captura de um belo robalo de 4,600KG feita pelo João Miranda, um grande companheiro e amante da pesca.
Este magnifico exemplar foi pescado na praia da Calada, ao surfcasting e minhoca de sangue como isco.
Parabéns ao felizardo, a cara de satisfação do artista não engana, venham mais destas que a malta gosta de ver.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Superstições, manias ou coisas de pescador

As últimas pescarias que tenho feito não me têm corrido nada bem, o que me tem feito pensar um pouco acerca deste assunto, levando a lembrar-me de situações caricatas ou meras carolices minhas que carrego já há alguns anos.
Eu por norma não sou supersticioso, até porque faço anos num dia 13, que em muitas situações calha em sextas feiras 13, coisa que para certas pessoas é situação para dizer que vai ser um dia de azar, mas para mim não, tudo o que se relacione com o nº 13 é sinónimo de sorte.
Também não acredito em bruxas, mas há quem diga que elas existem, eu por enquanto nunca as vi!!
Mas no que toca à pesca tenho algumas pequenas superstições ou meras carolices já há alguns anos, tenho o hábito de pescar com um boné ou panamá (amuleto da sorte) e quando por acaso me esqueço parece que o dia de pesca corre mal.
Outra coisa que nunca faço antes de realizar uma pescaria à bóia é cortar as unhas, são uma ferramenta essencial para quem pesca à bóia e isca com sardinha.
Depois de desmontar e lubrificar um carreto, tenho sempre no pensamento que a 1ª pescaria depois desta operação será um fiasco, psicologicamente parece que o cheiro a óleo e petróleo ainda permanece no material e que ao iscar passa algum desse aroma para a isca afugentando o peixe.
Outra coisa que já me fez pensar varias vezes em situações de pescas menos conseguidas, o simples odor que fica nas mãos após descascar uma laranja, mesmo que seja no dia antes de ir pescar, dizem que o peixe não aprecia esse mesmo odor. 

Serão apenas superstições, meros azares ou coincidências, eu quero apenas pensar que são apenas dias em que falho, tomo opções menos acertadas ou escolho locais de pesca onde o peixe simplesmente não compareceu, tornando a jornada menos conseguida, mas uma coisa é certa, a duvida fica a moer-me a cabeça.

O mais pequeno também já tem um chapéu da sorte na pesca.

E vocês têm algumas superstições ou algum tipo de amuleto da sorte?
Boa sorte e óptimas pescas é o que vos desejo, he,he,he,he!!!                 

domingo, 4 de março de 2012

7ª prova do campeonato

Hoje decorreu a 7ª prova do campeonato, como de costume no sábado fui ver o mar para escolher o local onde hoje iria pescar, depois de um péssimo resultado na ultima prova não podia falhar sob pena do meu adversário mais directo me passar na classificação.
Decidi então ir pescar para Ribeira D´ilhas o mar estava muito bravo e com grandes enchios onde tão depressa tinha agua como já não tinha, o que tornava difícil a tarefa de arranjar pesqueiro bem como a engodagem do mesmo pois o mar abalava com todo o engodo.
Depois de ter tentado em dois pesqueiros sem sucesso, lá consigo tirar uma boa tainha, e pensei já safei a grade, depois não senti mais nada, faço mais dois ou três mas a pesca estava feita.

 Restava agora ver se o resto do pessoal não apanhava muito peixe para não perder muito terreno na classificação.
Apenas 16 pescadores conseguiram desgradar, sendo as salemas que salvaram a jornada, onde apenas um solitário sargote e um robalote jeitoso destoaram.
depois da pesagem e feita a classificação fiquei em 12º lugar, mais uma vez levei uma tareia, perdendo para o meu adversário directo(grande amigo) Miguel Serra que pela segunda vez consecutiva ganhou com quase 7kg de peixe, passando agora a liderar a geral a 10 pontos de mim. Parabéns ao justo vencedor.
A mim apenas me calhou no sorteio uma garrafa de whisky, agora vou beber para esquecer e esperar que não haja duas sem três pois tornará difícil voltar à liderança. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...