Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

E você já perdeu algum do seu tempo de pesca?

Pois bem caros amigos, esta é uma questão que coloco muitas vezes a mim próprio, será que a juventude de hoje não gosta de actividades saudáveis ao ar livre?
Os jovens de hoje preferem ficar no sofá a ver televisão, ou em frente a um computador navegando  e tendo uma vida sedentária?
E você já perdeu algum do seu tempo de pesca para inverter essas tendências?
Porque será que a juventude anda afastada da pesca por exemplo, é muito raro ver um jovem acompanhado do seu pai ou avô à pesca, tal como à umas décadas atrás.
Pelo que me vou apercebendo a malta agora ganha o vicio da pesca um pouco mais tarde, quando se casam e formam família, quando iniciam a vida profissional, normalmente é por esta altura que escolhem a pesca como hobby e escape para espairecer e desanuviar as ideias.
Para muitos é também uma forma de se verem livres das esposas he he he ;)
Este é o cerne da questão, poucos ou quase nenhuns de nós são aqueles que se preocupam com esta inercia generalizada da juventude e de forma egoísta não abdicam das suas pescarias descançadas, para ajudar no acompanhamento dos mesmos.
Bem sei que isso nos limita bastante o nosso tempo de pesca, quer a nível de acessos a pesqueiros mais complicados, bem como na quantidade e qualidade de peixe capturado por exemplo, mas a iniciativa e incentivos tem de vir de nós.
Vamos lá apoiar a petizada para que no futuro próximo tenhamos jovens mais saudáveis e viciados na pesca, mas antes aqui que noutros vícios piores, já dizia o meu pai.
O verão é a altura ideal para os iniciarmos nestas andanças, já que o tempo está propicio, como por norma vamos em família à praia é uma boa maneira de passar um tempo,  para ajudar na motivação claro que algumas capturas tem um factor preponderante, sendo que esta altura dá muito peixe ainda que miúdo e de fraca qualidade, mas esse é um ponto que pouco importa para um miúdo quando se inicia, o importante é obter alguma captura, esse é o objectivo principal deste desporto.

Uiiii, isto pesa que se farta pai!!!





Estas são umas fotos de uma pescaria de verão feita na praia de Almograve, com o João Franco e com os 2 colegas pescadores o Diogo e Manuel, que apoiados pelos pais passaram um par de horas muito divertidos em contacto com a natureza a pescar e conviver.
Ainda que o peixe fosse de pouca qualidade, o que não deixa de ser peixe, o objectivo estava atingido e todos conseguiram apanhar peixe, umas bogas, uns carapaus e um sargo alegraram a pequenada.
Fica o apelo vamos lá perder algum do nosso tempo para incentivar a juventude, vão ver que no final vale a pena e que a satisfação é geral.
Um abraço e bons lances a todos.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              

10 comentários:

  1. Boas Franco,

    grandes verdades, infelizmente é assim, mas tudo faz parte da educação dada em casa...

    Haverá sempre aqueles (poucos) que gostaram de andar ao ar livre..

    Bom tópico !

    Grd abr

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas grande Master Matos,
      temos de puxar por eles, mostrar-lhes os caminhos, se eles gostarem continuarão em frente e isso já não dependerá de nós, mas se nunca lhes mostrarmos nunca os vão percorrer, essa é a grande mensagem deste post.
      Obrigado companheiro.
      Um abraço e muitos robalossauros é o que te desejo.

      Eliminar
  2. Boas Pedro
    bem verdade ,simplesmente lindo este post.....SAÚDE.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas grande mestre,
      tu que já levaste os teus à pesca já sabes do que falo, cumpriste o teu dever agora se eles gostarem da arte seguirão em frente, esse é o 1º passo para ser pescador.
      Saúde e boas varadas.

      Eliminar
  3. Boas grande Pedro..:-) Muito bom amigo, e infelizmente, hoje em dia ao contrário da minha geração, os miúdos preferem outras coisas do que a pesca. Excelente iniciativa e nesta idade não interessa a qualidade, mas sim apanhar um peixe, para que possam sentir o que nós um dia sentimos quando tirámos o nosso 1º peixe..:-)

    Um grande abraço e os meus parabéns pela tua maneira de ser amigo

    Luís Malabar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Luís,
      é difícil de os convencer a largar estes novos vícios, mas nada melhor que uma pescaria de bóia mesmo que o peixe seja de fraca qualidade o importante é sentirem a adrenalina de tirar peixe, assim ficam entusiasmados e mais facilmente querem repetir a experiência.
      Se realmente se viciarem na pesca depois podem escolher outros caminhos para apanharem bons exemplares e peixe de qualidade.
      Obrigado pelos elogios, fazem sentir ainda mais que vale a pena.
      Aquele abraço de Portugal e boas fainas.

      Eliminar
  4. boas

    eu tenho dois e ja os levei ha pesca divertiram e gostaram muito mas é sempre dificil competir com as novas tecnologias mas temos de inverter o processo e mostrar que se pode ter os dois mundos.eu na minha familia quando pequeno ninguem pescava nem sequer gostavam eu começei com dois amigos com umas canas da india e o bichinho ficou até hoje mas naquele tempo tbm sabia o que era carrinho de rolamentos piao ou berlinde e se queria procurar uma coisa ia há biblioteca MAS TBM CONFESSO QUE A NET HOJE DÁ UM JEITAO pode se ter os dois mundos.abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Francisco,
      estás de parabéns, já cumpriste a tua parte, não os podemos obrigar a pescar se não gostarem mas pelo menos mostramos como se faz.
      Sem duvida que as novas tecnologias são uma ajuda mas devemos usar com conta peso e medida, caso contrario podem ser prejudicais a um desenvolvimento saudável.
      Esses jogos de antigamente eram todos ao ar livre e em grupo, agora a maior parte nem sai de casa e tem amigos virtuais e não se comunicam pessoalmente esse é o grande problema dos tempos modernos.
      Aquele abraço e bons lances.

      Eliminar
  5. Bom post Pedro,
    Pois o meu tem agora quatro anos e já anda a pescar uns polvos... E olha que já se safou bem... LOL
    De resto mexe em tudo, menos nos anzóis... E está deserto para rodar o carrete em acção de pesca...
    O que importante é divertirem-se e mais tarde ou mais cedo algumas vocações vão aparecendo e depois é uma questão de vício!

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Manuel,
      é por ai que devemos encaminha-los Manuel, nas poças na maré baixa apanhar uns polvos, uns cabozes com umas canas improvisadas vão adorar e com o seu crescimento é continuar, eles depois vão aumentando a parada e passado alguns anos já pensam só nos grandes ;)
      Bem vejo que o teu já vive e respira pesca onde é que eu já vi isso!!!!Parabéns.
      Um grande abraço e bons lances mesmo que seja com isca moribunda.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...