Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

sábado, 21 de abril de 2012

IV concurso de Pesca C Nadrupe

No sábado passado teve lugar o 4º concurso de pesca de Nadrupe(perto da Lourinhã) organizado pelo grande amigo Artur Silva, um amante incondicional da pesca e do convívio.
Apesar de no dia seguinte ter prova do campeonato, não podia deixar de aceitar o convite do organizador deste grande concurso que mesmo estando adoentado à alguns dias, que o impediu de ir à pesca, mas ainda assim ter força e vontade para organizar tudo o resto.
Quanto à pescaria decidi não me afastar muito da Lourinhã e fui pescar com o meu pai para a praia de Vale Frades(ao lado da Areia Branca), o mar estava bastante mexido devido ou forte vento que se fazia sentir e tinha muito limo que prejudicou a pesca.
Comecei por pescar à bóia e tirei logo 2 tainhas, com a subida do mar e aumento do vento vi-me forçado a pescar à chumbadinha.
O vento era de tal maneira que tinha de fazer um enorme esforço para segurar a cana, e o lixo que se agarrava a linha não deixava sentir os peixes a picar, ainda assim tirei mais 3 tainhas, 2 salemas e 1 sargo.
Quanto ao resto do pessoal foram todos para os lados do Baleal, pois tem pesqueiros mais adequados para o seu tipo de pesca, pesqueiros com bastante altura de agua e a pescar um pouco mais grosso em  pedras ou pequenas falésias, onde tem que içar o peixe ou ter um bom camaroeiro.
Pois foi nesse pesqueiro que foi ganha a prova, pelo João Miguel que apanhou 5,730kg de tainhas, 2,700kg de salemas e 950grs de sargos totalizando 24310 pontos que para o dia que estava foi uma excelente pesca.
 Em 2º lugar ficou Carlos Brandão totalizando 12250 pontos, a fechar o pódio fiquei eu com 11650 pontos.
Depois do trabalho feito, foi hora do almoço convívio com uma magnifica feijoada confeccionada pelo sr Joaquim, tio do Artur, a famosa «Feijoada à Joaquim de Miragaia» acompanhada de um bom tinto, tudo produto da terra.
Sem duvida que foi um dia muito bem passado num ambiente muito familiar, com um pessoal 5 estrelas onde deu para trocar umas ideias e pontos de vista diferentes no que toca a pesca e a diferentes estilos da mesma, e criar novos laços de amizade.
Quero dar os parabéns pela organização e fazer um agradecimento especial ao AMIGO Artur que me deu a oportunidade de poder passar um dia muito agradável e que para o ano pode contar comigo novamente.
Gostava também de convidar todos os participantes desta prova a virem até ao grande concurso de pesca da Bordinheira no dia 13 de maio, organizando 1 ou 2 equipas, pois certamente vão ser bem recebidos.           

12 comentários:

  1. Boas Pedro!
    Para ser franco o meu conhecimento sobre concursos de pesca é nulo,só de ler os teus resumos das pescarias e do convívio da-me vontade de um dia experimentar:)
    Força ai Pedro pois a malta gosta de ver.
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Boas Alexandre,
    Isto dos concursos é muito engraçado a inscrição é entre 10 e 12 euros, depois tem a vertente competitiva seguida de almoçarada e convívio e posteriormente a entrega de prémios.
    No dia 13 vamos organizar um grande concurso na Bordinheira onde esperamos entre 150/200 pescadores se quiseres vir e trazer alguns amigos da pesca podes pois serás bem recebido mas para a semana coloco o post do programa.
    Abraços

    ResponderEliminar
  3. Desde já muito obrigado pelo convite,eu ando com um trabalho entre mãos que esta-me a ocupar durante os fim de semana,mas espero que por essas altura já esteja concluído,se assim for eu vou aceitar o teu convite com muito agrado.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ok, fica combinado.
      pelo menos o almoço é garantido, nunca falha depois se o peixe quiser melhor.
      O almoço vai valer a pena em principio vai ser serrabulho e 2 porcos no espeto.
      Abraços.

      Eliminar
  4. Amigo Pedro mediante a situaçao que tenho para resolver ,vou tentar ir,so para estar com malta amiga ja vale a pena...apesar das minhas fortes aspiraçoes aos primeiros postos....eheheheh

    ResponderEliminar
  5. Amigo Hélder é como já te disse, em 1º lugar a familia, só depois os amigos.
    Se vires será uma grande satisfação para mim, quanto a teres aspirações aos lugares é bom que assim seja, pois é sinal que as aulas que te dei estão a sortir efeito, eu ficaria muito contente.
    Abraços e depois digo-te onde devo ir na 4ª feira.

    ResponderEliminar
  6. O meu amigo recente Pedro Franco, que eu considero um grande pescador, é também uma pessoa dedicada aos seus amigos e não deixou de fazer uma referência àquilo que eu chamo todos os anos (por brincadeira) “Grande Concurso de Pesca da Casa do Nadrupe”.
    Esta “prova” reúne um punhado de pescadores de um Grupo Desportivo da Banca ao qual eu pertenço, e que este ano não podia deixar de convidar o Pedro Franco e o Joaquim Franco, por mérito na forma como me têm atendido no Campeonato Interno da Bordinheira, e também pelas suas competências na competição, na amizade e no convívio.
    As referências feitas pelo Pedro sobre este IV concurso, são um grande incentivo para que a prova/convívio se repita para o ano.
    Obrigado pela atenção que me é manifestada neste post.
    Só falta fazer aqui uma referência ao meu tio que, como é habitual, confeccionou a habitual “Feijoada á Joaquim Miragaia”.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Artur já fiz as devidas alterações no post e se para o ano se me convidar irei com muito gosto novamente.
      Abraços

      Eliminar
  7. Olá Pedro
    já combinei com o Pola a ida ao concurso da Bordinheira .
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Sérgio,
      Assim ta bem, apareçam com a malta da Charneca pois vai ser muito bom, pelo menos o almoço é garantido o peixe esse logo se vê!!!
      Esta semana faço um post com o programa do concurso para consultarem.
      Abraços

      Eliminar
  8. Quando o vento aperta a pesca fica difícil, mas você bem e você tem adaptastes várias partes, não deve ser fácil.Saludos enhorbuena Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Iván, o vento é das piores coisas para a pesca pois dificulta a ferragem dos peixes e todo o processo de trabalhos desde o lançamento, manter a bóia onde queremos, pode estar o mar bravo e as aguas tapadas e estar a chu«over a cântaros que nós conseguimos pescar, agora com muito vento é que não.
      Nestas alturas temos de mudar de estratégia para conseguirmos pescar
      Abraços

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...