Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Sombras chinesas, gigantones mas pouco mais

Neste domingo realizou-se a 3ª prova do campeonato de pesca da Bordinheira, depois da 2ª prova deste campeonato prevista para o fim de semana passado ter sido adiada devido ao temporal e mar bastante bravo. 
Neste fim de semana apesar de não estarem reunidas as melhores condições para uma boa jornada resolvemos realizar a prova, o tempo até ajudou, dia solarengo e sem vento, mas o mar, esse continua impraticável, muito bravo, acompanhado de grandes enchios, tão depressa tínhamos muita agua no pesqueiro, como abalava toda deixando as pedras à mostra, para piorar a situação as aguas estavam muito barrentas, fruto das chuvadas constantes dos últimos dias, mais parecia chocolate, por estes motivos esperava uma jornada bastante sofrível.
Chegada a hora de ir para o mar, sem pesqueiro definido a ideia era dar uma volta pela costa desde Cambelas até à Ericeira para procurar aguas com cor minimamente aceitáveis, e onde se vislumbrasse um cantinho com alguma agua, onde o mar parasse e aguentasse minimamente o engodo, depois de percorrer esta costa e ver que a cor castanha dominava a totalidade do oceano, decidi ir até Cambelas mais propriamente para a lage da Lamparoeira, em busca de algum sossego e de pouco engodo no pesqueiro, pois sabia que quase a totalidade dos restantes pescadores se concentrariam em 2 ou pesqueiros na Ericeira.
Desanimado desço a arriba na companhia do meu pai, vou então para sul, destino a laje da Lamparoeira, depois de montar a cana com uma bóia de 5grs e com fio 0,18mm, faço o típico balde de engodo, preparo uns filetes de sardinha e dava inicio à difícil tarefa, safar a grade!!!

Com pouca agua no pesqueiro lá fui tentando mentalizar-me que seria possível entrar ali algum peixe, mesmo estando a pescar curtinho, sensivelmente 2 palmos do anzol para a bóia, volta e meia enrrochava com as escoas.
A coisa estava complicada mesmo, após 2 horas de pesca sem sentir nada, nem um único toque a desiscar, eu estava mais que desmoralizado.
A maré já enchia, nisto o meu pai que também estava a pescar à bóia, tira um sargote que sem peso foi devolvido, a saída deste peixe mesmo que pequeno foi a motivação extra para voltar a tentar com fé.
Agora com um pouco mais de agua lá íamos insistindo no engodo esperando por algum peixe que andasse por ali perdido, mas nada de peixe, apenas a minha sombra e a sombra do gigantone continuavam a insistir em pescar.

A força do mar empurrava-me agora para terra, queimava agora os últimos cartuchos, engodava agora em cima de um lajedo com uma pequena poça, quando de repente vejo uma tainha a passar aos meus pés atrás dos pequenos pedaços de engodo , os meus olhos quase que saltaram, lanço o mais rapidamente possível, mas nada, seria uma miragem ou alucinação, possivelmente era mais uma sombra chinesa!!!! 
Continuo a tentar, podia ser que voltasse a passar por ali mais alguma, e passados alguns minutos a bóia afunda ligeiramente, dou a ferragem e lá estava ela na ponta da linha, a fazer a cana vergar, com muito jeito lá encalhei o peixe, que alegria, até parece que se tratava de um grande exemplar, mas não era apenas uma tainha com 600grs, mas que já no final da jornada safava o dia.
Tiro o peixe do anzol e coloco-o dentro da lata, nova iscada e novos lançamentos, pouco depois nova tainha a investir, trabalho o peixe e ela cá fora, se uma era bom 2 era óptimo!!!! 

Até ao final não deu mais nada, mas estava satisfeito com o fraco resultado, 2 tainhas com 1,290grs, nesta prova apenas 5 pescadores em 40 conseguiram apanhar peixe.
Após a pesagem a classificação ficou assim organizada, em 1º lugar ficou o Miguel Serra que mesmo doente foi à luta e  apanhou 2 tainhas também, um pouco maiores que as minhas, com 1,410grs totalizou 2820 pontos, para ele os meus parabéns. 
Eu fiquei em 2º lugar com 2580 pontos, e a fechar o pódio ficou o Nelson Inácio com uma tainha fez 1820 pontos, como foram apenas 5 os que capturaram peixe vou divulgar os restantes vencedores, em 4º lugar ficou o David Forcada com 1 tainha somou 1100 pontos, em 5º ficou Alfredo Frango com um bodião somou 155 pontos, os restantes trouxeram uma grade.
Apesar de ser um fraco dia de pesca, o convívio e o almoço compensaram e bem as difíceis condições que temos enfrentado, mas para muitos pescadores está a ser complicado digerirem 2 grades seguidas, mas com recurso a analgésicos(cerveja e vinho), e substancias psicotropicas e alucinogénas, alem de uma boa dose XXX, lá vão acalmando os nervos he he he....

Vamos esperar que o mar melhore para que possamos desfrutar na plenitude este nosso desporto, e caso não deixe cá vamos sonhando com dias melhores e com fartura de peixe.     



18 comentários:

  1. Estas provas parecem ter uma camaradagem saudável, o resultado até pode ter sido fraco mas era pior se estivesse a chover, cá por cima no rio temos muitas estradas debaixo de água e só acima das barragens se pode "pescar", digo "pescar" que é mais atirar amostra á água para matar o vicio... é esperar por melhores dias.

    Um abraço e boas pescas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas João,
      estas provas são acima de tudo camaradagem e muito convívio, depois existe aquelas picardias saudáveis e normais entre pescadores amigos e que levam a vertente competitiva mais afundo.
      Este ano tal como o ano passado está a ser bastante rigoroso deixando poucas hipóteses de nos divertirmos em condições aos fins de semana, quer seja no mar quer seja no rio, mas isto vai mudar, e ai sim podemos aproveitar para umas boas jornadas para matar o vicio.
      Um abraço e continuação de bons lances

      Eliminar
  2. Grande Pedro. Em primeiro lugar os meus parabéns pela união e amizade que existe entre todos os participantes, que torna os concursos e as provas um espectáculo..:-)
    E como não podia deixar de ser, os meus parabéns para ti amigo, pois conseguir tirar peixe nessas condições adversas não é nada fácil!!...hahaha.
    Espero que o mar melhore e que consigas fazer umas belas pescarias mais o teu pai..:-)

    Aquele abraço amigo

    Luís Malabar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Luis,
      esta malta é praticamente uma família, são muitos anos nestas andanças e brincadeiras, é pena que alguns vão deixando de aparecer por motivos de força maior, mas vão aparecendo também novas caras, mas sem duvida que são momentos muito bem passados, pois não se resumem apenas a pesca, vai muito para alem disso.
      Esta foi mais uma prova superada com sucesso, quase uma vitoria, pois apanhar peixe com estas condições é mesmo complicado, pelo menos aqui na minha zona.
      De certeza que o mar não vai continuar assim, e em breve vou poder pescar em condições com o meu velhote.
      Aquele abraço de Portugal e boas fainas campeão.

      Eliminar
  3. QUEM SABE, SABE, E MAIS NADA.
    Se não há peixe no pesqueiro não se pode apanhar, mas assim que ele dá sinal, "tá no papo". Bom resultado que deu origem a que o meu amigo, na classificação geral, esteja posicionado na primeira posição. Boa "malha". Cada um obtêm os resultados que merece, eu por exemplo já vou com duas grades, quando coloco o assunto aos colegas eles, "para eu não desanimar", dizem-me; "Já tás habituado!!!". Um abraço e parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado grande amigo, este resultado foi apenas mais uma aposta acertada e estudada, o resultado apareceu foi já tarde e quando já nao esperava, mas o que mais importa e que apareceu.
      Quanto a sua prestação, penso que não e preocupante, claro que ninguém gosta de gradar, mas com estas condições é o mais normal, preocupante seria se estivessem reunidas todas as condições para um bom resultado e gradasse, ai seria preocupantes.
      Acho que o meu amigo tem potencialidades para fazer melhor, e espero que seja já na próxima aventura, este ano quero vê-lo nos 10 primeiros.
      Um grande abraço e uma boa semana

      Eliminar
  4. Pedro, Deu para se divertirem e isso é o que interessa! Com tanto chibo a mistura, sairem dois peixes 1k e tal já dá para matar o vicio!

    Um abraço e parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cristóvão mesmo que não dê peixe a malta diverte-se na mesma, as cervejas, e vinho e que pagam he he he...
      Apenas corrigir o mal entendido, foram 2 tainhas que juntas somaram 1 kg e tal, mas de qualquer das formas foi muito bom, a qualidade do peixe é que foi péssima, mas como dizes deu para matar o vicio.
      Vamos esperar por dias melhores.
      Um abraço

      Eliminar
  5. Boas Pedro,parabéns ao pessoal
    atenção ao amigo Miguel Serra eheh,pois ele não te deixa em ramo verde ...e ao que parece tb vai começar a"sério" ao spinning assim que deixe .....SAÚDE.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Nuno,
      o Miguel é de longe o pescador mais tecnicista do campeonato, às tainhas não dá hipóteses, é certamente um forte candidato à vitoria final, temos de combinar um spinning juntos assim que o mar deixe, agora pelo Carnaval vou ter ferias, espero que o mar colabore e deixe pescar, pois estou com ideias de matar uns robalos ;)
      Um grande abraço

      Eliminar
  6. Boas Pedro,
    Isto anda complicado... E para essas competições, ainda fica mais complicado, mas tu com a tua insistência lá vais marcando pontos, foi pena não estarem mais gordas... :)
    A ver se a coisa melhora para todos os participantes desfrutarem de melhores pontuações e a coisa andar mais renhida... :)

    Forte Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Manuel,
      podes crer, este ano tem estado mesmo complicado, mar sempre bravo e com aguas sempre bastante tapadas, aqui na minha zona assim é mesmo para esquecer, tu ai ainda consegues pescar e safar o jantar com uns peixes, pois o mar mexe um pouco menos e tem sempre melhor cor.
      Estas tainhas estavam bem gordas e ovadas, e fritinhas souberam mesmo bem.
      Agora é esperar que o mar deixe a malta brincar em condições no proximo fim de semana.
      Um abraço e continuação de bons lances

      Eliminar
  7. Boas amigo Pedro,para as condiçoes que temos encontrado ,fizeste uma boa pescaria.Eu já não pesco a um mês e meio,já tenho saudades,temos que marcar uma pescaria.Pode ser a 3 com o amigo Nuno.Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alô grande amigo,
      também acho que foi uma boa jornada devido as condicionantes.
      Vou estar 2 semanas de ferias pelo carnaval, espero que o mar deixe fazer um spinning e quem sabe apanharmos uns peixes, se tiveres disponível podemos combinar, a 2 ou a 3 depois falamos melhor.
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Por aquí esta la pesca difícil por nuestra zona Pedro, esperemos que mejoren las condiciones en los próximos días, enhorabuena por la jornada compañero, un abrazo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece ser um mal geral Salah, como bem dizes temos de esperar para ver se os resultados melhoram.
      Obrigado pela força, e um abraço de Portugal para ti

      Eliminar
  9. O desejo de pescar é tramado mas quem disputa provas esteja bom ou mau tem que pegar na trouxa e fazer-se á faina ,já vai em 15 anos que curei-me (unicamente por motivos profissionais ) mas o desejo de pescar é tanto que ainda pego na cana de elástico e vou brincar ás tainhas para o Trancão , amigo este foi um pequeno parentese para dar-te os parabéns pois com condições dessas é bastante difícil não fazer grade um abraço e força e vamos ter calma que os amigos (sargos ) vão voltar

    ResponderEliminar
  10. Nem mais Justino o vicio é tramado, mas também te digo uma coisa, é com o tempo mau e mar mau que vemos quem e que é pescador, com mares bons qualquer um pesca, ao contrário já não.
    Obrigado grande companheiro e um grande abraço

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...