Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Mudar ou não mudar, eis a questão.

Neste passado domingo realizou-se a 5ª prova do Campeonato de pesca da Bordinheira, a pressão era muita pois queria manter o 1º lugar da geral, apesar disso estava bastante confiante num bom resultado já que as condições do mar, hora da baixa mar, bem como os pesqueiros estavam do meu agrado.
Depois de um treino no dia de Santo António que não correu mau de todo esperava apanhar uns sargos, o plano de prova estava bem traçado, o meu pai deixava-me na praia da Foz do Sizandro, para aproveitar uma hora de pesca na boca do rio em busca de uns sargos, e depois ia ter com ele ao Porto Chão para explorar uns buracos na maré vazia.
O plano foi cumprido à risca, depois de montar uma cana com fio 0,16mm e uma bóia de 3grs, engodei bem o pesqueiro com engodo de ouriço e sardinha, como isca a habitual sardinha, nos primeiros lances senti uns peixes mas não os consegui ferrar, estavam manhosos, possivelmente devido ao tempo ser de Leste, quando o tempo é da terra o peixe por norma come mal e muitas vezes nem come.
Afinei a pontaria e fiquei mais atento, de fio bem esticadinho lá ferrei umas 3 tainhas grandes seguidas, mas não tirei nenhuma, 2 desferraram, uma praticamente na minha mão, outra desempatou o anzol(devia estar mal empatado), definitivamente não era um bom começo, ainda por cima os sargos não apareceram.
Depois lá consegui tirar 2 tainhas jeitosas para desgradar e começou a entrar tainhas miúdas sem medida no pesqueiro, ainda apanhei umas 4, era hora de passar à 2ª fase do plano e dar corda aos sapatos.
Pelo caminho passo no pesqueiro da mesa onde estava o Nelson Inácio com o pai, eles apenas tinham tirado um peixe cada um, ainda fiz uns lançamentos mais para por a conversa em dia, ainda tirei uma tainha, mas como o trabalhar do mar não me agradava arranquei logo de seguida.
Chego ao destino mesmo na hora pretendida, o meu pai ainda não tinha sentido nada, o que não era animador, mas a fezada mantinha-se, entro mar dentro e vou pescar para o saltadouro, engodo o pesqueiro e vou para cima da pedra pescar, sargalhada miúda não faltava que foi sendo devolvida, aproveitei apenas 2 sargotes e uma safia, como as aguas eram claras, com a maré praticamente vazia deixei de sentir peixe.
Completamente desiludido com os resultados obtidos, já com meia jornada completa sentia que a coisa não ia correr bem, sem opções de escolha de novos pesqueiros esgotadas, sentia-me completamente impotente para alterar o rumo da má prestação, estava a conformar-me com um mau dia.
O meu pai que estava ainda a gradar e farto de perder material, pergunta-me se não seria melhor mudar de zona?
Mudar ou não mudar, eis a questão??? Mas mudar para onde? - pergunto eu.
Qualquer outro pesqueiro pois aqui não nos safamos, disse ele.
Lá me convenceu, subimos a arriba, pegamos no carro e fomos para à Assenta, mais propriamente à praia das Peças, as aguas ai estavam mais tapadas, a maré já dava a volta para a enchente, restava apenas hora e meia de pesca.
Rapidamente desço ao pesqueiro do lado esquerdo da praia, mesmo em frente dos antigos viveiros, engodo bem o pesqueiro, pesca na agua e poucos momentos depois a bóia afunda, do outro lado da linha um robalote quileiro debateu-se até acabar na lata, já tinha valido a pena a mudança, novo lançamento e novo peixe cá fora, desta feita um sargo, mais uns lançamentos e mais duas boas tainhas na lata.
A pesca estava animada com bons peixes, mas o melhor estava guardado para o fim, a bóia afunda, faço a ferragem, a cana verga toda e o peixe arranca mar dentro, fui obrigado a ceder bastante linha, até que lá longe vejo um belo robalo à tona da agua, com calma fui trabalhando o peixe até o conseguir encalhar, um belo robalo de quase 2kg, foi a cereja no topo do bolo, até ao final não senti mais peixe, mas estava mais que satisfeito, para quem estava conformado com uma fraca pescaria esta inesperada reviravolta veio satisfazer o ego, e para mais com peixe de qualidade.
O meu pai apenas conseguiu apanhar uma baila, mas estava satisfeito já que foi graças a ele que mudei de spot e apanhei estes peixes.
Depois das pesagens feitas bem como as classificações acabei por conseguir o meu 1º lugar neste campeonato com 15910pts, aumentando em mais alguns pontos a distancia para o 2º lugar e ainda conseguir o maior exemplar da competição até agora.


Em 2º lugar lugar ficou o Miguel Serra com 11270pts e a fechar o pódio o César Ribeiro com 7340pts.
Mais uma lição que levei deste dia, nunca desistir até ao fim da pescaria pois por vezes somos bafejados pela sorte com estes inesperados momentos de dupla satisfação.
Depois de uns bons copos e do habitual convívio havia quem já andasse a dançar(sempre a varrer) com vassouras he he he, granda malha.


Um abraço, até novas aventuras e bons lances a todos.

16 comentários:

  1. 1º lugar ainda por cima com peixe de qualidade, foi um grande dia, acreditar até ao fim, em menos de nada um gajo faz uma pesca!!!! :):) parabéns pelo campeonato e pelo lindo robalo, grande abraço Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado João,
      normalmente não sou de baixar os braços, mas confesso que desta vez estava mesmo desanimado, e não mudava se o meu pai não tivesse puxado por mim, como dizes e bem, temos de acreditar até ao fim.
      Um abraço e bons lances.

      Eliminar
  2. Parabéns Pedro,
    Além de consumares o 1ºlugar, deste com um robalo que é o maior peixe da prova, estás em grande... É de aproveitar... Quando é já a próxima competição?!? LOL

    Forte Abraço e força ai com o pódio!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Manuel,
      a próxima prova é já neste domingo, tenho de aproveitar esta boa embalagem para tentar manter o bom nivel.
      Um abraço e bons lances

      Eliminar
  3. Parabens Pedro,

    aí o Miguel ....e o César ehheh......SAÚDE.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado mestre Nuno, tenho de me por a pau com eles, eles ao mínimo descuido estão a morder-me os calcanhares, vamos esperar por novas aventuras.
      Um abraço e bons lances.

      Eliminar
  4. Enhorabuena Pedro por el 1º puesto y por ese magnifico robalo veraniego, Un abrazo amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado companheiro Salah.
      Um grande abraço de Portugal para ti.

      Eliminar
  5. Boas Campeão ;)

    Correu bem, assim é que é amigo, os meus parabens !

    Grd abr

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Matos, eu faço por isso, mas nem sempre consigo boas prestações, desta vez fui feliz, próxima.
      Um grande abraço.

      Eliminar
  6. Boas Pedro,essa duvida já surgiu muitas vezes na cabeça de cada um que pesca,mudar ou não mudar de pesqueiro ,no vosso caso deu uns bonitos resultados,meus parabéns para ti,abraço para ti e o senhor teu pai.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é sempre uma questão que nos dá cabo da cabeça, desta vez correu bem, mas nem sempre é assim.
      Obrigado, um abraço e bons lances amigo.

      Eliminar
  7. Foi um dia de records onde a mudança foi a peça chave para o sucesso Pedro! Para a proxima já sabes :D
    Parabens pela vitória, mais saborosa ainda com peixe de qualidade!

    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Cristóvão,
      apesar de um mau inicio, a coisa recompôs-se e não correu mal de todo, além de alcançar a vitória consegui o maior exemplar da prova até ao momento.
      Domingo há mais e desta já sei o que tenho de fazer.
      Um abraço e boas fainas para ti.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...