Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Dia borralheiro não intimida o júnior

No dia 16 de Agosto realizou-se o 3º Convívio de Pesca de Gentias de Cima, integrado na festa anual ,contou com a participação de 70 pescadores.
Como é habitual nesta altura do ano, dei prioridade ao meu júnior, abdicando de pescar para o apoiar em mais uma jornada, os seus objectivos eram claros, dar uma coça no avô he he he.
Na concentração matinal quem se esqueceu de chumbadas em casa, teve oportunidade de as comprar no local, chumbas caseiras feitas pelo Hugo da Assenta.
O dia, esse não estava famoso, quase nem parecia um dia de verão, dia borralheiro, e assim se manteve até à noite, mas nada que intimidasse o pequeno pescador, o vicio é terrível!!!!
Como de costume tentei procurar um local seguro para ele pescar, o mar não ajudou na escolha, bastante mexido e com fortes enchios, limitou as possíveis escolhas, obrigando-nos a pescar no Cavalinho onde se encontravam outros colegas de prova.

A companhia era boa e a animação mais que muita, apesar de não estar vento, optei por fazer uma montagem mais pesada que o habitual para pescar à bóia, por 2 motivos, mar era forte e assim fixava mais a bóia no pesqueiro e assim também conseguia ter o fio minimamente esticado, não atrapalhando os colegas.
Depois do engodo preparado e pesqueiro engodado, era hora de iniciar a pescaria, de mão quente foi o 1º a desgradar, uma tainha lutadora já animava qualquer coisa.

Depois foi penar um bocado, umas sarguetas sem peso iam sendo devolvidas, já no virar da maré as coisas animaram com o peixe a dar sinal, mais umas tainhas, algumas salemas e uns sargotes, proporcionavam bons momentos, uns felizes outros não, com alguns peixes a partir ou desferrar.
No final ele estava satisfeito com a pescaria e com o resultado, isso para mim é o mais importante, saber que se divertiu e que aumentou a sua experiência é fundamental.
Depois de pesagem do pescado, de barriga reconfortada era hora dos tão esperados resultados desportivos, esta prova foi ganha pelo Miguel Serra com 16300pts.

Em 2º lugar ficou o José Dias com 11320pts, a fechar o pódio ficou o Paulo Lucas com 10090pts.
O pequeno João Franco acabou em 11º com 5200pts, mais uma vez ficou aquém do seu objectivo principal, ficar à frente do avô, mas desta vez faltou muito pouco, apenas bastava um dos peixes que se foi embora para a historia ser diferente, fica para uma muito próxima batalha.

6 comentários:

  1. Boas Pedro!!
    Vai aguardando, pois qualquer dia és tu a levar uma sova :) hehehe
    Ele está a ficar forte...
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Francisco,
      não tenho nenhuma duvida disso, não será num futuro muito longínquo.
      Tá muita forte.....
      Grande abraço e bons lances ou boas caçadas.

      Eliminar
  2. Boas Pedro.
    O teu Júnior está ficar uma máquina, mesmo com as adversidades que referiste conseguiu fazer uma boa pesca, futuramente vai dar cartas de certeza.
    Parabéns aos dois.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer Luís Tomás, uma maquina diabólica, não tem medo da chuva,vento ou mar, quer é estar a pescar, coitadinho o vicio tem destas coisas he he he
      Se não se estragar, vai dar um belo pescador sim senhor.
      Obrigado e aquele abraço.

      Eliminar
  3. O júnior esta em grande forma mesmo com as ferias de verão tirando ai uns peixes porreiros.
    Grande abraço aos dois.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora viva Alexandre,
      sabes como é, tem de aproveitar o verão para pescar, pois quando começar a escola acabou-se a pesca, a não ser que as notas sejam boas.
      Tem safado uns peixinhos engraçados, está cada vez mais viciado.
      Grande abraço e bons lances.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...