Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

domingo, 27 de novembro de 2011

Dupla jornada de spinning

Este fim de semana decidi preparar o material de spining para tentar fazer a minha primeira captura. Bastante entusiasmado com a compra de um novo multi filamento, pois o que tinha comprado o ano passado fazia cabeleira e eu achava que era da má qualidade do fio, mas chegado ao spot de pesca ainda de noite toca de lançar e pouco tempo depois o fio voltou a fazer cabeleira, pelos vistos não é da qualidade do fio!!!! Deve haver mais alguma falha que ainda não detectei, mas com o tempo lá chegarei.
Com paciência desenrolo a cabeleira, e volto aos lançamentos, mais meia duzia e nova cabeleira, farto de andar a desenrolar cabeleiras mudo a bobine do carreto para fio mono filamento e continuo a pescaria, mudo varias vezes de pesqueiro, mas peixe nem vê-lo.
Decido então mudar de estratégia de modo a não ir para casa de mãos a abanar, e já se sabe que quando não há peixe quem paga é o mexilhão(e estava bem bom).


No domingo para não perder a embalagem e sempre na esperança de uma captura vou para a segunda jornada mas depois de 3 horas de pesca sem resultados para safar a grade decidi apanhar umas navalheiras e até apanhei um polvo.

De salientar que o tempo estava bom mas o mar estava um pouco mexido e turvo para esta pesca, mas melhores dias virão.

1 comentário:

  1. A Cabeleira não será das passadeiras serem estreitas?
    O multifilamento é muito maleável, quando "o peso" puxa o fio, ele ganha velocidade, se tocar nos bordos da passadeira pode dobrar e favorecer a "emissão" de uma cabeleira?
    Será?
    Boa sorte para o Spining.
    A minha primeira e única captura foi há 30 anos, Robalo com 0,750kg, que deu boa luta.
    Artur Silva

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...