Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

De volta a Nadrupe

Pois caros amigos e seguidores,este foi um fim de semana repleto de pesca e convívio, para mal da minha Maria, estavam agendados 2 concursos, no sábado o convívio da Casa do Nadrupe organizado pelo meu amigo Artur, ao  qual não podia faltar, e no domingo a 8ª prova do campeonato da Bordinheira, onde não podia cometer mais deslizes para ainda ter esperança de alcançar a vitória.
Assim sendo abdiquei da preparação da 8ª prova do campeonato da Bordinheira, falhando a habitual  vistoria dos pesqueiros, para definir uma estratégia para a prova, afim de estar com bons amigos no convívio do Nadrupe, no domingo seja o que Deus quiser, o que por vezes até é boa politica, vamos ver!!!   
Mas para já vou relatar o dia de sábado, ponto de encontro praça da Lourinhã para tomar o café e por a conversa em dia antes de ir para o mar. 
Fui com o meu pai e por culpa minha chegamos atrasados, já tinham todos arrancado para o mar, mais um pouco tomávamos o café sozinhos, apenas o organizador Artur Silva nos fez companhia.
Arrancamos então para  o mar a ideia era ir até a Vale Frades na Areia Branca, mas como o mar era muito bravo e barrento fomos andando para norte, passamos pela praia de Paimogo, mas as condições eram idênticas, fomos então até Peniche na procura de aguas mais claras e onde conseguíssemos pescar minimamente.
Chegados a Peniche, mais propriamente à Papoa, as condições agradavam, preparava-me para descer quando fui interpelado, «És o Pedro Franco do blog?», era o Pedro Batalha do blog Pescatuga, que tinha combinado uma pesca com o Sérgio Tente, mas este parece que adormeceu.
Tivemos um pouco na conversa, esta é outra parte engraçada dos blogs, conhecermos e sermos reconhecidos, além de se aprender muita coisa nova.
Depois disto desço então para o pesqueiro, à direita do antigo esgoto, a ideia era tentar apanhar uns sargos nos rebolos pois o mar estava de feição e não me cansar muito saltando de pesqueiro em pesqueiro, pois tinha prova dura no domingo.
Monto a pesca do costume, bóia de 3grs, fio 0,165mm e faço um bom balde de engodo de sardinha, começo a pescar e sinto logo peixe, mas miúdo e a comer mal, tiro um sargote e uma tainha. 
Deixei de sentir peixe, agarro no balde de engodo e vou para o lado do cano de esgoto, onde fiquei a pescar com o Pedro Batalha, em estilos de pesca completamente diferentes, ele com uma pesca pesada, um pião de 40 ou 50 grs a pescar fora ai a 60mts de distância e eu com uma pesca ultra leve a pescar aos pés, tiro mais um sargote, uma tainha e dois robalinhos que foram devolvidos, ele a iscar com percebe não sentia nada.
Nova falha do peixe e tralha às costas, mas eu tinha dito que não me queria cansar muito!!!
É mais forte que eu, não consigo parar muito tempo num pesqueiro se não tiver peixe, subo a arriba e  volto a descer do lado norte da Papoa, num pesqueiro que não sei o nome, sugerido pelo colega penicheiro Cláudio Ferro.
Um pesqueiro mais fundo e mais alto, com boas escoas, mudo a bóia para uma de 7 grs, engodo numa pedra onde o mar vinha lavar, e no 1º lançamento tiro um sargote, pouco depois tiro um robalote, tiro mais uma tainha e um sargo jeitoso e volta a falhar o peixe, insisto no engodo mas sem sucesso, novamente tralha ás costas e vou fazer a ultima hora de pesca no Barreiro Baixo, onde ainda apanhei mais umas tainhas e uns sargotes.




 No final apesar de ser peixe miúdo tinha a lata composta, era hora de ir pesar o peixe e almoçar.
Após a realização da pesagem, e comida uma boa feijoada, confeccionada pela esposa do Artur, que por acaso foi minha professora no secundário, e para sobremesa o típico e saboroso arroz doce.

Enquanto uns saboreavam o arroz doce, outros tratavam de lavar a loiça, he he he!!!
 Entre mais uns dedos de conversa e um cafézinho na sede do Nadrupe, foi feita a classificação, faltava apenas a entrega dos prémios e fotos da praxe.



Apesar de não ser grande pescaria acabei por alcançar a vitória com 14680 pontos, em 2º lugar ficou Fernando Maymone com 11700 pontos e a fechar o pódio o Silva Duarte com 10840 pontos.
O organizador está de parabéns pois foi sem duvida mais um dia muito bem passado, entre bons amigos e que para o ano nos voltemos a reunir na casa do Nadrupe.
Agora era voltar a casa e preparar o material para a 2ª jornada do fim de semana, fica o suspense para saber como correu. 


12 comentários:

  1. Noraboa Pedro, eres un artista! S2 companheiro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Ramon, mas tu sim é que és grande artista na arte de apanhar sargos.
      Um grande abraço e bons lances

      Eliminar
  2. Boas Pedro, uma vez mais os parabéns amigo..:-) mais um para o currículo..:-)

    Um grande abraço amigo

    Luís Malabar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Luis, um grade abraço e boas fainas companheiro

      Eliminar
  3. Boa Pedro
    Mais um primeiro
    Tiveste de saltar muitos pesqueiros , mas compensou
    E como quem corre por gosto não se cansa , vais estar em condições para domingo
    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande amigo Sérgio, não é apenas mais um, este tem um valor especial, pois foi ganho na casa de um grande amigo e por esse motivo tem um simbolismo diferente.
      Sabes como é, quando o peixe não vem ter connosco temos de ser nós a ir ter com ele, é a força do destino e também da paciência he he he....
      Um grande abraço e bons cabeçudos

      Eliminar
  4. Ora bem amigo Pedro, foi com muito prazer que se realizou mais uma prova de competição e de convívio no Nadrupe, com a presença de pescadores amigos, e grandes concorrentes ás primeiras posições, e á feijoada á moda do "TiJaquim Miragaia". Agradeço todas as boas referências que foram feitas a este convívio. Os sargos e um ou outro robalote também marcaram uma presença apreciada e tiveram uma boa influência na classificação final. O meu amigo mais uma vez sobe ao ponto alto do pódio, com mérito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande amigo, desejo que esta prova se repita por muitos anos, seria bom sinal, todo esteve ao melhor nível, desde a feijoada até ao arroz doce, e acima de tudo amigos do melhor, que mais podemos pedir, as boas pescarias são um acréscimo a tudo isto.
      Um grande abraço e mais uma vez obrigado pelo convite

      Eliminar
  5. Parabéns Pedro, por mais uma vitoria, onde o convívio leva sempre a taça de 1º lugar,lolllloooo, abraço e pelo suspense,ganhas-te a de Domingo também,ehehehhehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas grande mestre João,
      Obrigado, mas é como dizes o convívio supera todas as taças, é a maior vitória possível!!!
      No domingo foi outra fruta, mas em breve saberás!!!
      Um abarço

      Eliminar
  6. Felicidades Pedro, otro mas para tu historial, abrazos amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado grande companheiro Salah.
      Um grade abraço

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...