Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Carapaus em barda

Na passada semana, com o mar de rastos e noites bem primaveris, sem vento, decidi ir fazer um teste de abertura aos carapaus e gastar um resto de engodo que tinha na arca e ver se já andavam alguns  pela zona Oeste.
Esta foi uma pescaria terapêutica para curar a ressaca do atraso horário no convívio dos Unidos, como não gosto de ir para muito longe, o local foi a Formosa.
Quando cheguei, perto das 2 da manhã já lá estava um colega, como estava sozinho optei por lhe perguntar se não se importava de partilhar o pesqueiro.
Foi sem stress que aceitou,  preparei um balde de engodo, estiquei a cana, para isco uns lombos de sardinha meia moída, que já tinham ido ao mar 2 vezes, como não tinha mais nada em casa, tinha de me desenrascar com esta.
O meu companheiro já estava a tirar uns bons carapaus, optei por uma pesca ligeira com uma bóia de 3grs e fio 0,18mm, assim que a isca caia na agua, era limpa em menos de um fosforo e só de longe em longe é que conseguia trancar e tirar um carapau.
O meu companheiro continuava a saca-los a um ritmo alucinante, vi que estava a iscar com belicos de camarão, coisa que eu não tinha.
Continuei a insistir na sardinha mas continuei a levar um baile, dos carapaus e do companheiro, já equacionava fazer uns filetes de um carapau que tinha capturado, mas nisto o companheiro tira um bom peixe agulha, como não o queria levar, perguntou-me se eu o queria levar para comer.
Disse para o por na lata, pois ia utiliza-lo para isco, já cansado dos carapaus me limparem a isca, passo ao plano 2, faço uns filetes do peixe agulha e começo a iscar pequenos beliscos, parecia boracha de tão fresco que estava.
Que diferença abismal, como da noite para o dia, era uns atrás dos outros, cada iscada dava para apanhar 3 e 4 carapaus, pois a isca não saia do anzol.
Até amanhecer foi sempre a malhar neles, assim que amanheceu a coisa parou, mas já tinha a minha conta, a lata transbordava e tinha mais um saco de asas bem cheio, foram 97 carapaus, 1 cavala e um sargo.
Foi sem duvida uma boa estreia, deu par distribuir pela família e ficar servido durante umas boas semanas.

1 comentário:

  1. Grande pescaria de carapaus!!!Temos que combinar uma pescaria.
    Saudades de fazer uma pescaria contigo.
    Um grande abraço,grande amigo Pedro.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...