Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

quarta-feira, 2 de abril de 2014

No dia em que mudou a hora!!

No passado domingo realizou-se o já habitual convívio de pesca da matança porco na Bordinheira, este é mais um dia de festa nesta colectividade, onde temos um enorme prazer de convidar e receber todos os amigos da pesca e da colectividade, para desfrutarem de um dia de pesca diferente, de muita amizade e acima de tudo da boa e típica comida da matança do porco.
Como de costume fiz questão de participar e ajudar na matança dos porcos no dia anterior, mesmo sem grande tempo disponível lá dei um saltinho, esta é para mim uma das partes mais importantes e animadas na organização deste convívio. 

A 2ª parte vem no dia seguinte, a pesca propriamente dita, a almoçarada bem como o convívio.
A aventura começa agora, como mudava a hora de sábado para domingo, antes de me deitar fiz questão de mudar a hora antes de me deitar, ou seja atrasei uma hora no relógio e no telemóvel, coloco o despertador para as 5 da manhã para tomar o pequeno almoço e arrumar o material tudo nas calmas, apanhar boleia do meu pai ás dez pás 7 e fui dormir descansadinho.
Toca o despertador, levanto-me bem ensonado e começo a vestir-me, «Mas que horas são?» pergunta-me a minha Maria, «São 5 horas» digo eu, olha que no meu telemóvel já são 7 horas, diz ela, vou até à cozinha e na televisão confirmo que eram mesmo 7 horas, fo#"$se, ca##!$o estou mega atrasado, em vez de adiantar o reógio, tinha atrasado uma.
Sem tomar pequeno almoço, arrumo as tralhas, canas, baldes, engodo e isca, visto o fato neoprene a correr e saio de casa, já o meu pai estava farto de esperar, se há coisa que detesto é começar o dia de pesca em correria, atrasado e ainda por cima fazer os outros esperarem por mim, não podia ter começado da pior maneira, que stress.
Cheguei à concentração praticamente na hora de ir para o mar, nem deu para falar com a malta conhecida, apenas combinei com os meus companheiros de jornada o Gonçalo Santos e o Hélder Luca onde íamos pescar.
Com o rumo traçado lá fomos, o dia chuvoso não animava muito, Porto Chão era o destino, a descida sinuosa e um pouco escorregadia devido à chuva, foi tarefa difícil na estreia dos meus colegas neste pesqueiro, mas conseguimos chegar ao mar, que estava do meu agrado, um pouco mexido, boa cor e maré vazia, tudo ao jeito para uma boa jornada.

Montamos as pescas, o Gonçalo e o meu pai foram mais para norte pescar à chumbadinha, eu o Hélder fomos para a nossa pesca de bóia, o objectivo deste dia não era ganhar, mas sim tentar com que o meu discípulo/aluno ganhasse.
Para quem não sabe, o Hélder é um grande amigo que fiz graças a umas pequenas dicas que lhe dei quando um dia o encontrei a pescar nos Coxos num final de tarde, nunca me vou esquecer, essas dicas surtiram efeito imediato, ele apanhou uma carrada de carapaus e cavalas num instante.
Ele já pescava, mas faltava aqueles pequenos e simples toques que fazem toda diferença, tais com iscar correctamente com sardinha, os anzóis mais propícios e uma bóia mais ligeira, combinamos depois muitas mais pescarias, e ganhei ali um amigo daqueles muito especiais.
Aproveito para deixar um pensamento para aqueles pescadores que se julgam os supra sumo da pesca, se fecham em copas e tem medo de ensinar o que aprenderam, nem sabem o que perdem por serem assim, podem perder amizades destas.


Mas voltemos à pesca, preparo o pesqueiro e toca de por as bóias de molho, depressa o peixe deu sinal, foram saindo uns sargos jeitosos e alguns peixes a desferrar, uns para mim outros para o Hélder, dando eu sempre prioridade ao aluno e ajudando nas suas capturas, hoje era o seu dia e ele estava de mão quente.
A pesca estava bastante animada com bom peixe no pesqueiro, e uma ou outra salema e tainha fomos compondo o ramalhete, com o encher da maré fomos obrigados a recuar e os sargos deixaram de picar, apenas eu fui tirando umas tainhas, o meu pai e o Gonçalo iam semeando chumbadas no mar, era umas atrás das outras.
A prova caminhava para o final, a chuva que caiu copiosamente, ia-se intensificando, peguei no balde de engodo e fui para norte onde ainda apanhei um robalo jeitoso, de repente começa a chover um aguaceiro acompanhado de muito vento, de tal maneira que deixamos de pescar, a agua era tanta que corria em cascata pelas arribas em direcção ao mar, esbarrentando de imediato as aguas, a pesca estava feita.
Devido ao mau tempo mau tempo não deu para tirar fotos do peixe no pesqueiro, mas em casa tirei apenas ao meu peixe, as tainhas e salemas não aparecem.
Arrumamos as tralhas pois tínhamos uma complicada tarefa pela frente, subir em segurança a arriba de Porto Chão, enlameada e escorregadia daquela maneira não ia ser nada fácil, eu estava a vontade, mas os principiantes no neste pesqueiro não, o meu pai subiu aqui, e depois foi de carro ao nosso encontro.
Para fazer a subida de forma segura pensei em subir mais a sul na Ursa, a chuva já abrandara mas o terreno esta perigoso, eu tinha a responsabilidade de os tirar dali sem ninguém se aleijar, vou andando até lá, mas quando lá chego a maré já não permitia passar até ao inicio da subida, ja transpirava por todos os lados, tive de passar a um 3º plano, uma subida alternativa a meio caminho(Vale D´asma) foi a solução.
Carregados com as tralhas lá fomos subindo, fui dando as indicações para subir da melhor maneira, a longa e íngreme subida fazia moça, finalmente chego lá acima, pousei as minhas tralhas e volto a descer até meio caminho para ajudar o Hélder que já estava de rastos, meto a mochila pesadíssima dele às costas e com esforço acabamos todos a escalada, objectivo comprido, bastante  enlameados e exaustos chegarmos ao carro todos sem ninguém se aleijar, mas que aventura esta!!!
Este ano contamos com 180 participantes no almoço, 96 dos quais pescadores, a chuva intensa e mar forte que, inevitavelmente, produziram umas dezenas de "grades", produziram também uma vontade enorme de chegar á mesa "das entradas" e depois, com mais calma, à refeição completa, que até tinha duas qualidades de sopa à escolha,  também foram servidos dois pratos diferentes, serrabulho e porco do espeto com arroz e batata frita, não podiam faltas as cagarraças(filhós doce feita com sangue do porco), e variados doces para sobremesa.
Num dia de muitas grades e onde a classificação não era o mais importante o pódio ficou da seguinte maneira, em 1º lugar Paulo Marques, com um sargo e  21 salemas, pescadas inevitavelmente no Cavalinho, totalizou 23700 pontos, para ele os meus parabéns.


Eu acabei por ficar em 2º com 15750 pontos, e a fechar o pódio ficou o meu aluno Hélder com 14540 pontos, que se portou muito bem, não fosse o robalo tirado a acabar tinha dado porrada no professor.
De referir a participação de duas senhoras, a pescadora Cátia e uma "pescadora" iniciada, Joana, que perante as dificuldades do tempo e do mar não obtiveram capturas, mas foram igualmente agraciadas com uma recordação do evento, prémios entregues pelo sr Silvino, representante da Silfesan, patrocinador oficial da secção de pesca da Bordinheira para a temporada 2014.




Este foi um dia onde a animação, comida, bebida, e amizade não faltaram, onde penso que todos saíram satisfeitos, pelo menos essa foi a nossa intenção.
Não posso deixar de agradecer a todos os participantes, e a todos que ajudaram para que fosse possível realizar este evento, uma grande equipa, que mais uma vez esta de parabéns.
Fica já feito o convite para todos os pescadores participarem dia 11 de Maio, no nosso concurso anual de pesca, venham e tragam um amigo, que este ano vai ser de arromba, a secção de pesca completa  10 anos.







19 comentários:

  1. Grande Pedro, desta vez foi a prata, mas ainda trouxeste peixinho par casa, esse convívio deve ser 5 estrelas, parabéns companheiro, grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas João,
      foi uma pescaria muito descontraida, o objectivo não era ganhar, mas sim tentar com que o meu companheiro ganhasse, infelizmente não aconteceu e no final ainda fiquei à frente dele graças a um robalo inesperado.
      Este convivio é do melhor que pode haver, tens de cá vir um dia destes, dia 11 de Maio vamos fazer ainda melhor, estás convidado.
      Um abraço e bons lances

      Eliminar
  2. Grande amigo Pedro,foi uma boa aventura.Aquela subida naquele estado e com a mala com uns 25kgs...ehehe Em relaçao a levares porrada,levaste porrada sim!!!No que diz respeito a sargos,eu ganhei a todos destacado...eheheUm grande abraço e ate a proxima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostaste deste dia, quanto á porrada que me deste nos sargos foi à justa, tivesse levado a coisa a sério e o resultado teria sido equilibrado, mas a verdade é que estavas de mão quente, e o teu fio sendo mais fino que o meu teve influencia.
      Essa mochila tem de ser cortada pelo menos a meio he he he....Asiim levas menos tralha para o mar e podes ir mais vezes a Porto Chão.
      Um grade abraço amigo, e conto contigo no dia 11 de maio na Bordinheira.

      Eliminar
  3. Boas Pedro,que dia homem:))) em espectacular segundo lugar,não só pela colida-de do peixe como pela aventura,meus parabéns para ti e para o Hélder,grande abraço aos dois.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Alexandre, quem me acompanha tem de sofrer também, fico satisfeito por haver quem queira ainda assim acompanhar-me nestas duras jornadas.
      Um abraço e bons lances amigo.

      Eliminar
  4. ja me esquecia de falar desses engodos marados que andas a usar, esquece la essa porra que issso nao vale puto e so prejudica o peixe e o mar, isso esta carregado de hormonas e senas maradas.

    ResponderEliminar
  5. Ohhh Pedro!! Então o troféu é uma espinha páá!! hehehehe
    Eu gostei muito desse porquinho no espeto, sim Sr, isso é que era uma pesca que nem te conto ;)
    Forte abraço e força aí Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Pedro,
      a fome de peixe era tanta que o peixe foi comido antes de chegar a casa he he he....
      Posso dizerte que nem os ossos escaparam amigo, estava mesmo uma delicia, para o ano tens de cá vir, aproveitas para fazer uma maratona de pesca no Oeste e participas nesta brincadeira, o que te Parece?
      Um abraço e continuação de bons lances

      Eliminar
  6. Boas Pedro,
    Ficaste em segundo, mas com um porco desses para comer, quero lá saber da classificação! :)

    Forte Abraço e força

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mais ou menos assim, depois da pesca à que recuperar forças, a comida é 5 estrelas bem como o convivio, o resto foi o que deu para fazer, para o que tem dado foi uma pesca bem boa.
      Um abraço e bons lances.

      Eliminar
  7. Boas amigo Pedro ;)

    Mesmo descontraido os resultados aparecem sempre , pois não é para quem quer, mas para quem sabe!
    Parabéns ao teu disciplo que pelos vistos tem aprendido bem com o professor e qualquer dia tens de te meter fino senão ainda levas uma tareia ;) ehehe
    Da minha parte foi um privilegio poder participar neste convivio que foi muito bom, só foi pena foi o mar e o tempo não terem ajudado um pouco mais ... mas depois aqueles couratos e os beirões ajudaram a repor o stock de energias ;)
    Resta-me felicitar toda a organização que soube bem dar conta do recado ,e à vossa team que não fazem por menos e é sempre a facturar peixe !

    Grande Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Inácio,
      nem sempre os resultados aparecem, mas desta vez foi bastante positivo, saber é relativo, ajuda mas não é tudo, muitas vezes falta mesmo o peixe e ai nada ha a fazer.
      O Hélder é um aluno aplicado, provavelmente vai dar porrada no professor um destes dias, o que é bom sinal, ficaria satisfeito na mesma pois ele merece.
      O previlégio não foi só teu, é sempre uma honra privar com os gradeiros(Grades na Praia), ficosatisfeito por terem gostado do dia, da comida e da organização, repetiremos dia 11 de maio, mas melhor ainda, esperamos contar convosco, e que o mar e tempo ajude, para todos desfrutarem do dia de pesca na total plenitude.
      Um grande abraço para todo o team.

      Eliminar
  8. Então Pedro!
    Possa mas na bordinheira ha concursos de pesca todos os fins de semana!! :D
    Parabéns pelo 2º lugar! Assim sim, já se vai vendo uns peixes diferentes das salemas e tainhas, esse é que é o material que agente gosta :)
    Parabéns!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Cris,
      a malta gosta é disto, pesca, comida e convivio, é uma grande terra!!!!
      Obrigado amigo, desta vez já se viu uns sargos bem jeitosos, menos mal!!!!
      Um abraço e bons lances.

      Eliminar
  9. Boas Pedro, a comezaina estava divinal e aquelas batatas pala-pala à moda antiga estavam soberbas os meus sinceros parabéns ao staff da cozinha e também ao H.Luca pela < qualidade > da pescaria mai nada, Abr. Robalo de Carbono

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Paulo,
      ainda bem que gostaste, pois a ideia era mesmo essa, pescar, mas acima de tudo conviver e comer bem, dia 11 de maio repetimos a dose, espero contar novamente com a tua presença pois és sempre bem vindo.
      Obrigado pelos elogios, a associação agradece.
      O Hélder fez uma pesca muito engraçada sim senhor, só peixe de qualidade.
      Aquele abraço e bons lances companheiro.

      Eliminar
  10. Já passei por esse castigo do caminho de Porto Chão duas vezes com bom tempo e não apanhei nada de geito. Agora fico á espera que haja um temporal destes para ir lá abaixo apanhar uns sargos.LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um castigo que havemos de repetir, com temporal não, mas com bom peixe sim, depois para traze-lo para cima faço questão de o ajudar, era até com uma grande honra com que o faria pois o meu amigo bem merece.
      Um grande abraço e VIVA OS PESCADORES DE ALTA COMPETIÇÃO.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...