Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

terça-feira, 28 de abril de 2015

A Pesca só assim faz sentido

Este foi um fim de semana sem concursos de pesca, avizinhavam-se mais 2 semanas sem competições, mas como esta malta gosta tanto do convívio, tinha de realizar um treino para não perder a embalagem, da pesca e das valentes almoçaradas. 
Assim sendo acabamos por combinar uma pescaria às 3 pancadas, seguida de uma almoçara convívio na quintinha do Fausto, perto da Lourinhã.
Hoje não me vou alongar em relatos e descrições da jornada de pesca, quero apenas deixar mensagem e testemunho do verdadeiro significado da palavra PESCA, pelo menos na minha maneira de a ver.
Para muitos a palavra pesca, resume-se apenas a meras capturas, de muito peixe ou de alguns grandes exemplares, não é que não o seja, já que o objectivo principal é esse mesmo, capturar peixes. 
Mas para mim, pesca vai muito além desse mero acto isolado, pesca é sossego, é procurar alguma paz de espírito junto ao mar,  é desanuviar a cabeça, um escape para os problemas do dia a dia, pesca é  acima de tudo partilha, com os amigos do costume, mas também com pescadores desconhecidos, pesca é sinonimo de novas amizades, de almoçaradas e petiscos, de muito e bom convívio, daquele que não nos dá vontade de abandonar e voltar para a vida rotineira.
Mas nem tudo é um mar calmo e sereno, pesca é também, uma fonte geradora de discussão, de  discórdia. de conflitos, dentro e fora de casa, de ódios e invejas,  em alguns casos grandes amizades viram inimizades, a pesca cria dependência tipo a droga, faz-nos perder a noção dos limites, do tempo, das prioridades e responsabilidades que devemos ter.
Tudo isto faz parte da pesca, coisas boas, coisas menos boas, cabe a cada um saber gerir estas condicionantes e dar o seu sentido à palavra PESCA.
Passemos ao relato, divido a uma forte chuvada durante a noite na zona da Louirinhã, fomos obrigados a procurar aguas com boa cor mais a norte.




 Olha o banho!!!!




 Mais uma boa luta.




 O resultado final.
Acabamos todos por ir pescar para a zona da Papôa, em Peniche, a maior parte apostou na bóia, com sardinha para engodo e isca, o mar ajudou e os sargos andavam por lá, resumindo, foi uma manhã de pesca muito animada, bem molhada pelas ondas, com boas lutas e algum peixe perdido, eu deixei lá um sargalhão daqueles XL, praticamente morto, acabou por partir aos pés.


O Martinho vai buscara cana, ainda há aqui uns peixes para apanhar!!!

                                                        Elas não matam, mas moem ;)

Depois da pescaria já com o apetite bem aberto, a bela almoçarada no campo ao ar livre, pato com laranja no forno a lanha, tudo produto caseiro, bem regado como manda a lei, umas sobremesas caseiras e prova de licores, ginjas e afins, um dia de pesca quase perfeito, só faltou o Benfica ganhar ao Porto, he he he.
Grande abraço a todos e continuação de bons lances.

10 comentários:

  1. Boas Pedro,
    Nem mais essas palavras sobre pesca, lol, penso como tu, a que saber gerir as coisas, mas eu nesta altura do ano devido aos sargos grandes, tenho mais dificuldades em segurar o vicio.lol.
    Quando há condições que gosto e não posso ir, custa mas aguento, ahahahahah...
    Gosto muito de pescar com amigos, mas sozinho e numa ilhota é a paz completa.
    Foi pena o XL ter ido a vida dele, eu não posso queixar, mas tenho perdido alguns bem bons, e pesco com 0,28, imagino tu com fios muito mais finos com um dentolas na linha,lol.
    Força ai amigo , um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas grande sargalheiro João,
      tanto na pesca como na vida temos de saber viver, e poder desfrutar de dias assim é uma bênção, o vicio??? Esse temos de o tentar controlar se der ;)
      Também gosto de pescar em sossego, mas já gostei mais, agora tento ir dividindo pescarias com amigos e alguns pescadores que vamos conhecendo neste mundo cibernético como foi o nosso caso piscatório.
      Os fios finos tem este inconveniente, mas as lutas que temos com o peixe são muito mais compensadoras já que temos de trabalhar bem o peixe, para estes pesqueiros o complicado é mesmo por o peixe a seco, ou com um camaroeiro ou tentar encalha-lo e descer lá a baixo.
      Tu podes perder alguns desses pois a tua costa está minada deles, mais sargalhão menos sargalhão não conta nada.
      Aquele abraço e boas sargalhalhadas companheiro.

      Eliminar
  2. Boas Pedro
    Grande definição da palavra pesca que tu aqui fiseste gostei muito de ler e concordo plenamente contigo.
    Esse pesqueiro parece muito fixe ainda tenho que o explorar mais só lá pesquei uma vez.
    Grandes fotos, parece ter sido um ótimo convivio.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Eduardo,
      ainda bem que gostaste da minha definição para a palavra PESCA, já pudeste comprovar que é mesmo esta a minha maneira de estar na pesca.
      Este pesqueiro é bom de mar manso, mesmo assim dá umas valentes banhadas he he he
      O convívio bem intimista estava 5 estrelas, comidinha caseira feita toda a lenha e petiscos caseiros, tudo isto comido num ambiente bastante campestre.
      As fotos, na sua maioria do autor Artur Silva estão de top como de costume.
      Abraços e bons lances.

      Eliminar
  3. Boas Pedro!
    Faço das tuas palavras as minhas, a pesca tem mais que se lhe diga....
    O peixe como eu costumo dizer é um bónus, é claro que todos nós gostamos de apanhar peixe mas certamente que não é o mais importante, mas atenção é só para alguns.... porque outros é para esquecer....

    Epa esse spot para fazer uns petiscos é um espectáculo ;) e que bela comidinha que tiveram nesse dia vai lá vai ;)))))

    Boas fotos também Pedro, abraço e força aí com esses petiscos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas mestre Lobo,
      Pois esta maneira de pensar é só para alguns, nem todos partilham da mesma opinião, cada um com a sua he he he eu sou assim e não me tenho dado mal, o peixe grande ou pequeno gosto de apanhar mas não vira obsessão.
      Este spot é à maneira pró petisco, imagino aquelas noites de verão, ali bem comidos e bebidos no convívio ui ui, no dia seguinte pesca tá quieto ;)
      Obrigado companheiro, grande abraço e bons lances para ti.

      Eliminar
  4. Boas Pedro,tiraste ai uns bons sargos,pareceu-me um bom pesqueiro esse,e na minha opinião quanto melhor o pesqueiro mais probabilidades temos de perder um bom peixe.
    Grande abraço as fotos estão cinco estrelas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora viva grande Alexandre,
      os sargos animaram este dia, deu uns peixes jeitosos, mas o melhor de tudo foi mesmo a almoçarada e convívio.
      Este pesqueiro é bom, mas como dizes e bem quanto melhor é o spot mais probabilidade temos de perder um bom peixe, tal como aconteceu, mas a pescar fino no meio de tanta pedra não admira que os maiores fujam.
      Obrigado, as fotos são tiradas pelo grande profissional he he he
      Grande abraço e bons lances.

      Eliminar
  5. Buen reportaje amigo Pedro y bonita pesquera, se ve que el mar esta dificil por tu zona. me alegro por el disfrute, un abrazo desde Cadiz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Salah, o mar estava bom, apesar dos banhos que dava, estava manso, só que vinham uns sets grandes.
      Os sargos andavam por lá e proporcionaram bons momentos.
      Grande abraço de Portugal e bonas lances.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...