Este espaço destina-se à divulgação da pesca, em especial da pesca à bóia e da pesca de competição, onde relato as minhas pescarias e aventuras na região Oeste e não só.

Segue-me no Facebook

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Pessoal do Metro de Lisboa não faz greve e eu também não!!!

Este fim de semana realizou-se mais um convívio de pesca do A.C.B.S.A. do Varatojo onde participaram 126 pescadores, incluindo eu claro está.
Jornada estudada no dia anterior, a escolha do pesqueiro foi difícil devido a uma serie de condicionantes, a maior parte dos pesqueiros da zona estão muito areados e acima de tudo a falta de peixe que se tem sentido na zona Oeste, faziam prever mais uma jornada penosa, ainda que as previsões do mar e tempo fossem boas.
Depois do sorteio lá rumamos ao pesqueiro, Cambelas foi a opção, o mar estava 5 estrelas, as saudades de estar com a cana na mão já apertavam, esta zona de pesca estava bastante concorrida, o pessoal do Metro de Lisboa não fez greve desta vez e fizeram-me companhia no pesqueiro, como é meu apanágio dei-lhes umas dicas sobre o spot em questão, pois não conhecem muito bem esta zona e por ali tentaram a sua sorte.





Depois de tudo preparado, canas montadas e engodo feito, tirei umas fotos à malta e dei inicio à jornada, no primeiro spot nem sinal de peixe, após insistir, sem resultados fui andando para norte, fiz mais 2 pesqueiros e peixe nem vê-lo, nada que não esperasse, este ano vai complicado.
Toca a andar em busca de algum peixe, nova aposta atrás da lage da Ponta da Vela, engodo no pesqueiro, e bóia na agua, finalmente ferro uma tainha, após alguma luta desferra, mais uns lançamentos e nova ferragem, desta feita um bom sargo, mas mais do mesmo após alguma luta acabou por desferrar, o peixe é pouco e ainda por cima o que lá vai não fica, depois de uma boa quantidade de palavões debitados, lá continuei a tentar.
O tempo passava e continuava a gradar, já desanimava, tentei manter a calma e o animo, mas estava difícil, fui tentando motivar-me, lembrei-me de algumas passagens minhas e dum grande colega de pesca, o Carlos André, que nunca desistia nem desanimava, apostava num pesqueiro até ao fim, e muitas vezes numa hora o peixe entrava e fazia a pesca para ganhar.
Era meio dia e meia quando finalmente apanho uma tainha, logo de seguida tiro um sargo, o pesqueiro perdia altura de agua e fui insistindo, mas deixei de sentir peixe.
Faltava meia hora para terminar a prova, arrisco mais um pouco, pego no balde de engodo, e atravesso a agua e vou para cima da lage, engodo forte no descair da lage, onde o mar ao descair fazia mais branca, meto a pesca a trabalhar e tiro mais um sargo, novo lance e sinto mais um peixe, não ficou, estavam a comer mal, então subo a altura da bóia e fico a pescar ao tento, bóia fora de agua a sentir as investidas, e lá consegui tirar uma serie de sargotes e 2 tainhas, afinal o peixe até estava lá, mas muito manhoso e desconfiado, apenas encostado ás pedras.
A pesca terminava com o peixe no pesqueiro, já foi tarde a a más horas que dei com ele, mais uns minutos e a coisa compunha-se, mas a pesca é assim mesmo, no final saia satisfeito mas frustrado ao mesmo tempo pois senti que podia ter feito melhor, 3 tainhas e 7 sargotes foram as contas finais.
Era hora de entregar o peixe, fui ainda convocado para ajudar na pesagem onde fiquei na balança, sem stress, ajudo sempre que me peçam, até aqui sem problema, o que aconteceu depois é era dispensavel.
Por infortúnio, 2 pescadores chegaram 5 atrasados para a entrega dos pescado e com pescas para os primeiros classificados, eu como pescador e não fazendo parte desta colectividade não me cabia dar o parecer de aceitar o peixe ou não, o peixe foi pesado, e coube apenas à direcção a decisão de não classificar esse peixe.
Eu limitei-me apenas a pesar, mas na minha opinião independentemente do que tenha acontecido e motivado o atraso, não se deve abrir excepções e os horários são para cumprir, na minha colectividade já fui desclassificado por chegar 2 minutos atrasado e muito bem, para evitar estes mal entendidos, a direcção deveria ter decidido na hora não aceitar o peixe, sem que este fosse pesado e o problema ficava resolvido ali, assim ficou no ar a duvida em que tinha sido eu a dizer para desclassificar o peixe, logo eu que sou pacifico e não gosto de ter chatices com ninguém, pior, enquanto a malta ia descansadamente petiscando e bebendo uns canecos eu estava na pesagem, sai algo melindrado desta situação.
Após falar com as pessoas em questão tudo ficou esclarecido,  é que não gosto de mal entendidos,  fica a bonita atitude e desportivismo da pessoa XX, que sentidamente veio ter comigo e falar cara a cara, é assim que as pessoas civilizadas se entendem, continuaremos amigos como dantes, ou mais ainda, gostei companheiro!!! 
Bom após este desabafo vamos continuar, depois de tudo bem almoçado e bebido era hora de saber os resultados desportivos, em 1º lugar ficou o David Alexandre com 14320pts, para ele os meus parabéns.
Em 2º lugar ficou Jorge Correia com 9800pts, em 3º lugar a fechar o pódio Paulo Marques com 7300pts.

Eu acabei em 5º lugar com 6060pts, por clubes ganhou a G.A.P Magoito e por equipas a Bordinheira saiu vencedora.


Ficou concluída assim mais uma jornada desportiva, e de muito convívio e pesca, agora que venha a próxima.

10 comentários:

  1. Boas Pedro,
    Com que então não querias aceitar a pesagem... LOL
    O que interessa é que se divertiram e ainda ficaste a conhecer melhor as pessoas em questão, pois claramente não tinhas nada a ver com o atraso e desclassificação. Senão ficavas sempre a pesar o peixe... LOL

    Forte Abraço e força com essa classificação

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Manuel,
      epá na casa dos outros não mando, se fosse na minha a historia era outra, nem sequer o peixe era pesado, os regulamentos são para cumprir, eu inclusive já fui desclassificado por ter chagado 2 minutos atrasados, é assim mesmo!!!!
      Apesar do acontecimento indesejado, gostei da bonita atitude o companheiro de pesca em vir esclarecer a situação comigo, muito sincera e bonita atitude, nunca me esquecerei, se já tinha alguma consideração pela pessoa em questão ainda fiquei com mais, 5 estrelas mesmo.
      Não tenho nenhum prazer em desclassificar ninguém, mas se tiver que o fazer faço sem problema nenhum, temos de ser imparciais, e se for por tentativa de trafulhice com peixe manhoso apanhado noutro dia então ainda mais gozo dá, não tolero roubalheiras e injustiças para com quem vem pescar e conviver honestamente.
      Grande abraço e obrigado pela força companheiro.

      Eliminar
    2. Viva Pedro,
      Começa mas é a fazer a tua pesca tranquila com os amigos e deixa-te de competições senão ficas um velho LOL

      Eliminar
    3. Nada disso Paulo,
      Esta é a minha pesca, bastante tranquila e serena, gosto de pescar tranquilamente, mas pescar em competição dá uma motivação extra, acho que estou viciado na adrenalina gerada pelos concursos he he he
      Velho vou ficar na mesma, não são estes pequenos problemas que me tiram a juventude ;)
      Cá vou continuando nestas andanças, forte abraço companheiro Marafado.

      Eliminar
  2. Boas
    Ainda bem que as coisas se resolveram a bem.
    Se não houvesse grades Fazer a pesagem a 126 pescadores é obra hehe
    Bom relato
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer Eduardo, pesar o peixe de 126 pescadores era muita fruta, mas a malta gosta de estar a mexer no peixe já que não o apanha he he he, vai ser o cenário para o grande concurso da Bordinheira certamente.
      Obrigado, vemos-nos no domingo, grande abraço.

      Eliminar
  3. Boas Pedro
    Tirando o mal entendido da situação da desclassificação a prova e a almoçara-da correu bem,porreiro foi no fim não restarem mal entendidos ainda por mais injustos.
    Grande abraço amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Alexandre,
      tirando esse percalço tudo o resto correu às mil maravilhas, é o que importa, o resto é conversa.
      Grande abraço e bons lances.

      Eliminar
  4. Grande amigo, mais uma jornada de luta com as forças marítimas da natureza, que nos deixam ocupados com a nossa atividade preferida. Quando fui pela primeira vez desclassificado, fiquei como o Alexandre, profundamente dececionado, e no meu caso esta foi injusta, foi por 30 segundos, foi uma granda confusão. Á 2ª foi na Bordinheira, 3,5, já aceitei melhor, mas fud... vinha do Cavalinho e, após o relaxo, só tinha 15 minutos, precisei de 18. Á 3ª após outro relaxo, nem entreguei o peixe. Penso que estou curado e não me vai acontecer mais. conselho a malta a ter cuidado e a contar com imponderáveis na viagem. Mais um bom relato e uma dica muito boa para lembrar e não esquecer.
    Um abraço e até á nova jornada de domingo próximo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite grande amigo e confidente de pesca, o mar mais uma vez dificultou a vida à malta, nada que eu não esteja habituado pois é a minha praia, o problema é outro, a falta de peixe, ou dar com ele, essa tem sido a dificuldade maior.
      Eu também já senti isso na pele, numa prova do campeonato, ainda por cima com lata cheia para ganhar, mas o tempo para entrega era de apenas 30 minutos, dos guiões até Ribeira D´ilhas seguindo até à Bordinheira, foram 2 minutos de atraso, e deixei de pescar 10 minutos antes do fim, custou-me muito também, mas aprendi a lição e agora vou sempre um pouco mais cedo se prevejo uma longa caminhada e percalços.
      Obrigado pelo comentário e elogio.
      Grande abraço e bons lances companheiro

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...